Topo

Santos pressiona, mas não sai do 0 a 0 com o River Plate

Jean Mota, durante duelo entre Santos e River Plate-URU - Divulgação/Santos
Jean Mota, durante duelo entre Santos e River Plate-URU Imagem: Divulgação/Santos

Eder Traskini

Colaboração para o UOL, em Santos

12/02/2019 21h06

O Santos empatou com o River Plate (URU) na noite desta terça-feira (12) por 0 a 0 no estádio Luis Franzini, em Montevidéu, no Uruguai, pela primeira fase da Copa Sul-Americana. O Peixe teve um jogador a menos desde os 21 minutos do segundo tempo, quando o lateral-esquerdo Orinho foi expulso.

Com o resultado o Santos precisa de uma vitória simples no jogo de volta que ocorrerá no estádio do Pacaembu, em São Paulo, no dia 26 deste mês, terça-feira, às 19h15. O empate com gols classifica os uruguaios. A partida terá portões fechados por causa da punição que o Santos recebeu pela invasão de campo na eliminação da Copa Libertadores da América do ano passado.

Antes disso, o Peixe volta a campo nesta segunda-feira (18) para enfrentar o Guarani, às 20h, também no estádio do Pacaembu, pela sétima rodada do Campeonato Paulista. No estadual o Santos lidera o grupo A com 15 pontos, quatro a mais do que o Red Bull Brasil, segundo colocado.

Santos erra passes e não consegue criar no primeiro tempo

O Peixe não conseguiu repetir as boas atuações e intensidade dos jogos anteriores. Com Copete no ataque caindo pela esquerda, o Santos tentou jogar pelo setor do colombiano, mas a parceria com Orinho não rendeu boas jogadas. O time melhorou na segunda metade quando forçou o jogo pela direita com Carlos Sánchez, mas mesmo assim tirando um chute de Copete que a zaga salvou de cabeça em cima da linha, a equipe de Sampaoli pouco criou.

Gol do Santos é anulado e River Plate assusta

Na volta para o segundo tempo, o colombiano Copete recebeu cruzamento na medida de Derlis González e cabeceou para o fundo do gol, mas a arbitragem marcou impedido no lance. Logo depois, o River assustou com Juan Plada, que acertou um chute forte rasteiro no pé da trave de Vanderlei.

Goleiro do River faz milagres e evita o gol do Peixe

O goleiro Gastón Oliveira ainda não tinha sido exigido no jogo, mas brilhou quando foi. Derlis girou na entrada da área e bateu forte para boa defesa de Oliveira. No rebote, ainda dentro da área, Sánchez pegou de primeira uma bomba e o arqueiro do River mostrou muita velocidade para chegar na bola e salvar os uruguaios. Minutos depois Jean Mota chegou no fundo e cruzou rasteiro na medida para Diego Pituca que mandou cruzado para o gol, mas viu de novo o goleiro do River se esticar e evitar o gol santista.

O pior: Em nova chance, Orinho é expulso aos 21 minutos do segundo tempo

O lateral-esquerdo vinha fazendo uma partida regular, sem conseguir criar no sistema ofensivo, mas sem dar muitos espaços na defesa. No entanto, aos 20 minutos do segundo tempo, em lançamento justamente em suas costas, ele errou o corte de cabeça, viu a bola se oferecer para o adversário e, como último homem, matou a jogada na entrada da área: cartão vermelho direto.

Com um a menos, Santos cai de produção e Vanderlei salva

Logo após a expulsão, o River Plate chegou justamente pelo setor esquerdo com Mauro da Luz. O atacante disparou, ganhou na velocidade, invadiu a área e, no momento do chute, encontrou Vanderlei pelo caminho. O goleiro santista fez uma grande defesa e salvou o Peixe. Sampaoli sacou, então, Jean Mota e colocou Matheus Ribeiro para recompor o setor. Com um a menos, o Santos perdeu o ímpeto e não conseguiu mais pressionar a equipe uruguaia.

Gastón Oliveira salva o River e é o melhor em campo

O Santos pouco criou na primeira etapa, mas no segundo tempo pressionou bastante durante os primeiros 20 minutos, antes da expulsão de Orinho, mas parou no goleiro do River Plate. Ele evitou o gol de Derlis González em chute de fora e ainda se recuperou para pegar o rebote no cara a cara em chute forte de Sánchez. Depois, ainda se esticou todo para evitar que o chute cruzado rasteiro de Diego Pituca encontrasse as redes.

Transmissão somente pela internet e com Mourinho nos comentários

O torcedor santista que quis acompanhar a partida precisou fazê-lo de uma maneira não muito convencional. É que o jogo não foi transmitido por nenhum canal de televisão, mas sim pela internet. O DAZN, uma plataforma de streaming especializada em esportes, transmitiu o confronto e o Santos retransmitiu em suas redes. O destaque ficou por conta do técnico português José Mourinho, que comentou a partida no pré-jogo, intervalo e pós-jogo ao lado do ex-goleiro brasileiro Júlio Cesar.

Nina, do Dibradoras, comenta empate do Santos: "Resultado satisfatório"

UOL Esporte

FICHA TÉCNICA
River Plate (URU) 0 x 0 Santos

Data: 12 de fevereiro de 2019 (terça-feira)
Horário: 19h15 (de Brasília)
Local: estádio Luis Franzini, em Montevidéu, no Uruguai
Árbitro: German Delfino (ARG)
Assistentes: Gabriel Chade (ARG) e Lucas Germanotta (ARG)

Amarelos: Leyes, pelo River Plate; Derlis González, pelo Santos

Vermelhos: Orinho, pelo Santos

RIVER PLATE: Gastón Olveira; Claudio Herrera, Iván Silva, Agustín Ale, Luis Olivera; Maximiliano Calzada, Sebastián Piriz, Facundo Ospitaleche e Juan Plada; Mauro Da Luz e Juan Manuel Olivera (Leyes). Técnico: Jorge Giordano.

SANTOS: Vanderlei; Victor Ferraz, Gustavo Henrique, Felipe Aguilar e Orinho; Alison, Diego Pituca (Yuri), Carlos Sánchez e Jean Mota (Matheus Ribeiro); Copete (Soteldo) e Derlis González. Técnico: Jorge Sampaoli