UOL Esporte Futebol
 
Paulo Fonseca/EFE

Jogadores do Palmeiras reclamam com árbitro após gol de empate do Atlético-MG

27/10/2010 - 21h40

Dorival aciona titulares e Atlético-MG arranca empate do Palmeiras com polêmica

Do UOL Esporte
Em São Paulo

Atlético-MG e Palmeiras realizaram uma partida com clima de decisão nesta quarta-feira à noite. Mas no fim, deixaram a disputa das quartas de final da Copa Sul-Americana completamente indefinida. As equipes tiveram que se contentar com o empate por 1 a 1, em Sete Lagoas (MG), em um duelo marcado pela arbitragem confusa de Marcelo de Lima Henrique.

Agora, quem vencer o duelo de volta estará garantido na próxima fase da competição. Um empate sem gols dá a vaga ao Palmeiras e uma igualdade por 2 a 2 ou mais favorece o Atlético-MG.

Se os times repetirem o placar desta quarta-feira, o confronto será decidido nos pênaltis. O segundo jogo está marcado para o dia 10 de novembro, no Pacaembu. Quem avançar enfrentará o vencedor de Goiás e Avaí na semi.

Antes da partida desta noite, o Atlético-MG já havia deixado claro que a prioridade na reta final da temporada seria toda do Brasileirão. Por isso, o técnico Dorival Júnior deu folga à maioria dos atletas e escalou apenas três titulares: Renan Ribeiro, Werley e Zé Luís. Na etapa final, ele promoveu as entradas de Obina e Diego Souza, que melhoraram o desempenho dos anfitriões.

“A equipe se comportou bem e lutou até o fim. Eu nem ia vir para o jogo, mas o Dorival confiou no meu trabalho. Vim para ajudar e consegui fazer isso”, celebrou Obina, autor do gol atleticano.

PRINCIPAIS LANCES

PRIMEIRO TEMPO
6min - Marcos Assunção dá belo passe para Kleber dentro da área. O atacante fica livre para marcar, mas Renan Ribeiro evita o gol com boa defesa
20min - Neto Berola domina dentro da área e chuta forte. Bem colocado, Deola faz a defesa e impede o gol do Atlético-MG
31min - Nicão avança pelo meio e passa pela marcação alviverde. Depois, chuta forte de fora da área e manda por cima do gol
SEGUNDO TEMPO
9min - Obina arrisca belo drible sobre Danilo dentro da área e chuta forte. Deola se joga para o lado e espalma para escanteio
10min - GOOOLLL DO PALMEIRAS!!! Kleber tabela com Tinga na entrada da área e chuta de primeira no canto oposto para anotar o primeiro gol alviverde
15min - Márcio Araújo rouba a bola no meio-campo e toca para Tinga. O volante arrisca de primeira, mas Renan Ribeiro faz linda defesa
21min - Lincoln recebe passe em posição ilegal e sofre pênalti na sequência. No último instante antes da cobrança de Kleber, o juiz invalida o lance e marca impedimento após conversar com o auxiliar. O curioso é que o bandeirinha não havia marcado nenhuma irregularidade do meia
25min - GOOOLLL DO ATLÉTICO-MG!!! Márcio Araújo disputa jogada com Obina, e o juiz anota pênalti duvidoso. O próprio atacante vai para a cobrança e empata o duelo

O Palmeiras, por outro lado, mandou a campo o que tinha de melhor. Com dores na coxa esquerda, o meia Valdivia tentou jogar no sacrifício e conseguiu ficar em campo por pouco tempo. Logo aos 19min, o chileno voltou a reclamar do incômodo muscular e foi substituído por Lincoln.

No início do confronto, os comandados de Luiz Felipe Scolari não se abalaram com a pressão da torcida rival e partiram para cima. Mas depois de acertar a marcação, o Atlético-MG encerrou a pressão alviverde e tomou controle da partida.

Sem contar com Valdivia, o Palmeiras encontrou problemas para manter a posse de bola no setor ofensivo. Ao mesmo tempo, o time alvinegro mostrou afobação na hora de finalizar. Desta maneira, não aproveitou as chances que criou e foi para o intervalo sem alterar o marcador.

“Estamos chegando. A saída do Daniel Carvalho [lesionado] não mudou muito para nós porque o Nicão entrou bem. Só que agora precisamos fazer o gol no segundo tempo”, comentou o atacante Neto Berola a caminho do vestiário.

Dorival Júnior apostou suas fichas na entrada de Obina no começo da etapa complementar para acabar com o desperdício de gols alvinegros. Mas foi o Palmeiras que mostrou mais oportunismo ao abrir o placar em bela jogada de Kleber aos 10min.

O Palmeiras ainda perdeu a chance de ampliar aos 21min com uma confusão da arbitragem. O juiz anotou pênalti em cima de Lincoln, mas depois voltou atrás e marcou impedimento do meia. O problema é que em nenhum momento o auxiliar anotou a infração do palmeirense.

Logo depois, o árbitro Marcelo de Lima Henrique anotou pênalti duvidoso de Márcio Araújo em Obina e revoltou a equipe alviverde. Melhor para o centroavante atleticano que empatou o jogo com a cobrança. Depois disso, ambos os times voltaram a criar chances para marcar, mas não passaram pelos goleiros Renan Ribeiro e Deola, que atravessaram noite inspirada.

Agora, as duas equipes voltam a atenção para a disputa da 32ª rodada Campeonato Brasileiro no sábado. O Palmeiras recebe o Goiás no retorno à Arena Barueri, enquanto o Atlético-MG encara o Botafogo novamente em Sete Lagoas.

Ficha da Partida

Atlético-MG Atlético-MG Técnico: Dorival Júnior
24. Renan Ribeiro
22. Werley
4. Jairo Campos
3. Cáceres
2. Diego Macedo
1. Diego Souza
15. Zé Luís
7. Méndez
10. Daniel Carvalho
13. Nicão
16. Fernandinho
23. Ricardo Bueno
17. Neto Berola
19. Obina
1 1
Palmeiras Palmeiras Técnico: Luiz Felipe Scolari
22. Deola
8. Márcio Araújo
23. Danilo
4. Fabrício
10. Gabriel Silva
3. Edinho
19. Marcos Assunção
17. Tinga
5. Pierre
14. Valdivia
11. Lincoln
21. Luan
9. Kléber

Data: 27/10/2010 - 19h45

Local: Arena do Jacaré

Árbitro: Marcelo de Lima Henrique

Auxiliares: Erich Bandeira e Alessandro A. Rocha Matos

Público: 11.548

Renda: R$ 66.005,00

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host