PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Autor de dois gols, Pedro Rocha é expulso e sai de campo chorando

Pedro Rocha chora a caminho do vestiário após ser expulso de Atlético-MG x Grêmio na final da Copa do Brasil - Reprodução/TVGlobo
Pedro Rocha chora a caminho do vestiário após ser expulso de Atlético-MG x Grêmio na final da Copa do Brasil Imagem: Reprodução/TVGlobo

Do UOL, em Porto Alegre

23/11/2016 23h19Atualizada em 23/11/2016 23h42

Pedro Rocha foi o personagem da partida entre Atlético-MG e Grêmio, que abre a final da Copa do Brasil nesta quarta-feira (23), no Mineirão. O gremista marcou dois gols, e no último comemorou tirando a camisa e levou cartão amarelo. Mal sabia ele que minutos mais tarde uma falta o faria ser expulso. A saída de campo foi chorando e com consolo do técnico Renato Gaúcho. Por sorte, e qualidade, o Tricolor acabou ganhando por 3 a 1.

Aos 32 minutos, Pedro recebeu de Douglas, driblou o marcador ao dominar a bola e colocou nas redes. Foi o primeiro gol gremista na final da Copa. Mas aos 42, entrou cara a cara com o goleiro Victor, em lance talvez mais fácil do que o que estufou as redes, e em vez de fazer chutou em cima do goleiro. 
 
"Eles estão pecando no passe. Estamos aproveitando isso. Eu fiz o gol e tive outra chance, teria que matar. Mas na próxima oportunidade certamente vou fazer", afirmou no intervalo. 
 
Estava certo. Logo em sua primeira oportunidade na etapa complementar se livrou de três marcadores e deslocou Victor fazendo o segundo gol do jogo. Porém, ao comemorar resolveu tirar a camisa. Pelo ato recebeu cartão amarelo. 
 
Mal sabia ele a dimensão do erro que cometia. Exatos 12 minutos depois de celebrar seu gol, uma falta pelo lado esquerdo defensivo do time gaúcho o fez levar o segundo amarelo, e consequente cartão vermelho. 
 
Ao deixar o campo, as lágrimas não puderam ser evitadas. Pedro, de 22 anos, desabou chorando no reservado e foi contido pelo técnico Renato Gaúcho. Uma noite para ficar marcada na carreira do atacante. Para o bem e para o mal.
 
Com um a menos, o Grêmio sofreu. Levou tanta pressão que acabou levando um gol. Mas Everton fez o terceiro e o placar final da partida foi 3 a 1, que dá vantagem de poder perder por até um gol de diferença no compromisso de volta, dia 30, na Arena, para ser campeão novamente de um título relevante depois de 15 anos. E por conta da suspensão automática, Pedro Rocha está fora desta partida. 

Quer receber notícias do Atlético-MG e Grêmio de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

 

Futebol