PUBLICIDADE
Topo

Esporte

"1º passo é garantir permanência", diz Marcelo Cabo, substituto de Vadão

Técnico Marcelo Cabo comanda seu treino pelo Guarani - Divulgação/Guarani F.C.
Técnico Marcelo Cabo comanda seu treino pelo Guarani Imagem: Divulgação/Guarani F.C.

Do UOL, em São Paulo

30/08/2017 18h45

Nada de acesso, ao menos por enquanto. Contratado para substituir Oswaldo Alvarez, o Vadão, o técnico Marcelo Cabo acredita que o Guarani precisa primeiro se garantir a permanência na Série B para, depois, voltar a pensar no retorno à Série B. Apresentado na última terça-feira (29), ele comandou a sua primeira atividade como treinador bugrino nesta quarta (30).

“Quando eu aceitei o convite eu sabia que o desafio é do tamanho da história do clube. O clube retornou à Série B este ano, iniciou muito bem e hoje ainda briga por um lugar na parte de cima da tabela. Dentro da meta que estipulei, o primeiro passo é garantir a permanência e depois buscar o acesso”, disse o treinador, que se disse satisfeito com o atual elenco do Guarani.

“O elenco é bem qualificado em relação à filosofia que eu quero montar. As peças se encaixam bem com o que eu penso sobre o jogo. Não vou ter dificuldade. Minha equipe tem que ser equilibrado quando tem a bola e tem que buscar o jogo. Gosto de uma equipe que marque pressão e não deixe o adversário jogar. Temos elementos para jogar assim’, acrescentou.

Marcelo Cabo aproveitou a atividade realizada na tarde desta quarta-feira (30), no Brinco de Ouro, para trabalhar o setor defensivo. Leandro Santos e Gabriel Leite retornaram aos treinamentos nesta quarta-feira. Os dois se recuperam de lesão e trabalharam normalmente com o restante do grupo. Já o zagueiro Willian Rocha, com um incomodo, foi poupado.

O Guarani retorna aos treinos na manhã desta quinta-feira (31), no Brinco de Ouro, para dar sequência à preparação para o duelo de segunda-feira (4), contra o Vila Nova, em Campinas, pela 23ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

Esporte