PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Após rebaixamento para a Série C, Guaratinguetá é colocado à venda

Guaratinguetá acabou rebaixado na última rodada da Série B, ao perder do Atlético-GO - Divulgação/Guaratinguetá
Guaratinguetá acabou rebaixado na última rodada da Série B, ao perder do Atlético-GO Imagem: Divulgação/Guaratinguetá

Do UOL, em São Paulo

02/12/2013 16h25

Um dia após ser rebaixado para a Série C do Campeonato Brasileiro, o Guaratinguetá foi colocado à venda pelo empresário Sony Dauer, dono da equipe do Vale do Paraíba. O anúncio foi feito na tarde deste domingo, através de uma nota divulgada pela assessoria e de uma coletiva concedida pelo presidente Israel Vieira.

O clube deu alguns dias de prazo – até sexta-feira, dia 6 – para que apareçam pessoas da própria cidade ‘bem intencionadas’ em assumir a direção do Guaratinguetá.

A nota culpa a falta de apoio da Prefeitura da cidade como principal motivo para a diretoria deixar de apoiar financeiramente o clube do Vale do Paraíba.

De acordo com o presidente, a ideia inicial é manter a equipe em Guaratinguetá, e não mudar de cidade, como já aconteceu anteriormente, quando ocorreu a transferência para Americana.

Leia a nota publicada pelo Guaratinguetá:

Lamentando toda falta de apoio de boa parte dos anos em que a direção do Guaratinguetá se manteve na cidade, queremos comunicar aos torcedores do clube que infelizmente, por acreditar muitas vezes nas promessas feitas pelos dois últimos prefeitos locais, de que ajudariam o clube em relação a contatos com possíveis patrocinadores da cidade, nesse momento sentimos informar, que pela falta total de apoio, o Guaratinguetá dará o prazo, de até a próxima sexta-feira (06 de dezembro), para que apareçam pessoas da própria cidade, bem intencionadas em assumir a direção do clube. 

Esse prazo é colocado para que após esse período qualquer outra pessoa, sempre com muita responsabilidade possa assumir uma equipe que tem um calendário nacional de duas competições ao ano, a Série A2 do Campeonato Paulista e o Brasileiro da Série C.

O que a direção vai explicar são alguns fatos dos últimos anos. Primeiro, sempre pedimos aos prefeitos que nos ajudassem com possíveis patrocinadores na cidade, sempre recebemos promessas e jamais foram cumpridas, queremos esclarecer que o Guaratingueta Futebol Clube jamais quis qualquer dinheiro público para honnar seus compromissos. Para jogar, o clube tinha um prejuízo de aproximadamente 15 mil reais por jogo. Na última partida da temporada, que o Guaratinguetá fez em casa, foram cerca de 900 pagantes.

Em várias oportunidades mesmo levando o nome da cidade no clube, foi necessário gastar quantias para a manutenção do campo de jogo e o poder público não nos ajudou nem para manter a estrutura do estádio Dario Leite Rodrigues. 

Por tudo isso, diante dos aspectos do dia a dia a diretoria decide deixar de apoiar financeiramente o clube.

Desejamos a quem tiver essa oportunidade, toda a sorte do mundo, porque todos os compromissos financeiros até aqui foram honrados por essa direção.

Futebol