PUBLICIDADE
Topo

Série B - 2019

Palmeiras quer usar Valdivia em todos os jogos até conquistar o acesso

Valdivia aplaude torcedor do Palmeiras ao ser substiutído durante a partida contra o Sport - Rodrigo Capote/UOL
Valdivia aplaude torcedor do Palmeiras ao ser substiutído durante a partida contra o Sport Imagem: Rodrigo Capote/UOL

Mauricio Duarte e Vanderlei Lima

Do UOL, em São Paulo

25/09/2013 06h00

Durante toda a temporada, o meia Valdivia foi submetido a um cronograma especial de treinamento no Palmeiras, justamente para que o time pudesse contar com o chileno nos momentos mais decisivos. É por isso que agora o departamento médico alviverde pretender ter o jogador liberado para os próximos quatro jogos, número de partidas em que se calcula que o time conquistará o acesso.

Para subir à elite do futebol, o treinador Gilson Kleina trabalha com um número de 67 pontos. Para chegar lá em tempo recorde, o clube precisa bater América-RN (em casa), Oeste e ABC (ambos fora), todos ameaçados pelo rebaixamento, e encerrar a sequência contra o Figueirense, no Pacaembu.

É justamente essa pequena maratona que o camisa 10 do time do Palestra Itália deverá enfrentar sem ser poupado. Caso a promoção não venha nesse prazo, a ideia é continuar usando o meia até que ela venha. Segundo médicos e comissão técnica, o jogador tem condições de atuar nessas partidas. Depois disso, com o objetivo do acesso à elite do futebol nacional garantido, ele poderá ser poupado novamente.

Valdivia retornou ao Palmeiras em 2010. Desde então, sua maior sequência foi de nove partidas consecutivas. Atualmente, ele está há três jogos sem se ausentar da equipe. Se completar o ciclo previsto pelo clube, que se encerra contra o Figueirense, ele fará sete jogos sem ser poupado. Em alta, ele tem sido o diferencial do time nas vitórias na Série B do Campeonato Brasileiro.

Com os 67 pontos previstos por Kleina, em teoria, o acesso do Palmeiras seria questão de tempo. Tirar isso do campo teórico dependeria do desempenho dos times que ainda sonham com o acesso. Hoje a diferença para o Icasa, quinto colocado, é de 17 pontos. Subir na 28ª rodada, então, é impossível, já que em quatro jogos a diferença subiria para, no máximo, 29 pontos, com outros 30 ainda em disputa.

Neste sábado, a equipe enfrenta o América-RN, no Pacaembu, com Valdivia em campo. Outro que volta é o atacante Leandro, recuperado de uma entorse nos tornozelo e joelho esquerdos, treinou normalmente nesta terça-feira e deve estar em campo no final de semana junto com o colega chileno.