PUBLICIDADE
Topo

Série B - 2019

Atlético-PR resolve o jogo no 1º tempo, derrota ASA e retorna para o G-4

Do UOL, no Rio de Janeiro

09/11/2012 23h47

Após abrir 3 a 0 no primeiro tempo, o Atlético-PR sofreu um pouco no segundo, mas venceu o ASA por 3 a 2 nesta sexta-feira, no Coaracy da Mata Fonseca, pela 36ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Os gols foram marcados por Marcelo, Marcão, Maranhão, Rogério Maranhão e Lúcio Maranhão. Com o resultado, a equipe paranaense retornou ao G-4 da competição e caminha para conseguir seu acesso. Já os alagoanos, seguem cumprindo tabela porque não tem mais chance de serem rebaixados.

Lutando para retornar ao G-4 da Série B após a vitória do São Caetano mais cedo, o Atlético-PR iniciou a etapa tentando pressionar o adversário para buscar logo seu gol. O ASA se defendia com qualidade, mas tinha dificuldade para tentar reagir na partida.

O gol do time paranaense e ele acabou saindo, aos 22, através de Marcelo. Ele recebeu de Pedro Botelho dentro da área, passou por Gilson e tocou para a rede. Mesmo com a vantagem, a equipe visitante seguiu jogando em velocidade e chegou ao segundo no minuto seguinte. Pedro Botelho cruzou rasteiro da esquerda e Marcão precisou finalizar duas vezes para vencer Gilson.

Atordoado em campo, o ASA não conseguia esboçar um lance de perigo. Novamente em um contra-ataque, o Atlético-PR chegou ao terceiro no final do primeiro tempo. Maranhão fez boa jogada pelo lado direito e Marcão chutou com perigo. Gilson deu rebote e o lateral direito, impedido, deixou sua marca. Os jogadores do time alagoano reclamaram muito com a arbitragem, mas nada adiantou.

“O time precisa ter vergonha na cara. A equipe não pode jogar dessa maneira em um primeiro tempo”, reclamou o goleiro Gilson no intervalo.

Na busca de um melhor resultado, o técnico Nedo Xavier fez duas alterações no retorno do ASA para o segundo tempo. Alexsandro e Marcelo saíram para dar entrada a Rogério Maranhão e Taiberson, respectivamente.

A equipe alagoana melhorou sua postura no segundo tempo. Com um ritmo mais forte, tentou se aproveitar do relaxamento do adversário para tentar reagir. Aos 12, acabou sendo premiada com um gol. Após cobrança de falta executada por Didira, Weverton saiu mal de sua meta e Rogério Maranhão marcou de cabeça.

A empolgação inicial, porém, acabou sendo contida pelo Atlético-PR. Os visitantes se rearrumaram na defesa e voltaram a tentar contra-atacar. Quando o jogo parecia decidido, o ASA conseguiu marcar mais um, aos 37, em um erro da arbitragem. Davi Ceará cobrou falta e Lúcio Maranhão, impedido, marcou de cabeça. A equipe paranaense sofreu um pouco nos minutos finais, mas conseguiu se defender para conseguir uma vitória capaz de se aproximar da Série A.