PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Galiotte vê provocações a rivais do Palmeiras como normais e cutuca Andrés

Presidente do Palmeiras, Galiotte dá entrevista coletiva no CT - Ale Cabral/AGIF
Presidente do Palmeiras, Galiotte dá entrevista coletiva no CT Imagem: Ale Cabral/AGIF

Do UOL, em São Paulo

26/11/2018 15h27

Durante a comemoração do título brasileiro do Palmeiras, os jogadores provocaram rivais – entre eles, o Corinthians. Perguntado sobre o tema, Maurício Galiotte, presidente do clube alviverde, disse que faz parte e aproveitou para cutucar Andrés Sanchez, mandatário do clube alvinegro.

Ao longo de 2018, Andrés falou publicamente sobre o salário do Dudu e deu a entender que o Palmeiras sairia prejudicado ao negar propostas pelo camisa 7, um dos destaques da conquista do Campeonato Brasileiro.

"No calor da emoção, na brincadeira, acabam fazendo brincadeira, faz parte, temos que entender. Até porque teve dirigentes dos outros times que ficaram o ano inteiro preocupados com o salário do Dudu, salário de jogador A, B e C. Todos preocupados com nós, e vencemos um título importante", disse Galiotte, em entrevista à Fox Sports.

Com o título assegurado, um dos maiores desafios do Palmeiras vai ser segurar Dudu para 2019. O presidente afirmou que vai trabalhar para que isso seja possível.

"Nós vamos trabalhar para que todos os jogadores vencedores fiquem conosco. Óbvio que vamos estudar algumas situações. Absolutamente nada do Dudu chegou, e também não queríamos tratar nenhum tipo de situação. Não queríamos atrapalhar o andamento do time no brasileiro. O grupo vai ficar forte ou até mais do que este ano. É o nosso objetivo", declarou.

Esporte