PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Fla encara algoz da Copa BR e Libertadores para manter sonho no Brasileiro

Flamengo terá que superar algoz Cruzeiro para seguir com chance de títutlo brasileiro - Paulo Fonseca/EFE
Flamengo terá que superar algoz Cruzeiro para seguir com chance de títutlo brasileiro Imagem: Paulo Fonseca/EFE

Do UOL, no Rio de Janeiro

25/11/2018 04h00

O Flamengo ainda está vivo na luta pelo título do Campeonato Brasileiro. A missão não é fácil já que o time precisa vencer os dois jogos que faltam e e torcer por duas derrotas do Palmeiras, atual líder da competição. Para piorar, o próximo duelo do Rubro-negro é justamente contra o Cruzeiro, neste domingo, às 17h (horário de Brasília), no Mineirão.

Os mineiros entraram para uma galeria de carrascos recentes dos rubro-negros. Em 2017, Cruzeiro não tomou conhecimento e venceu o Flamengo na final da Copa do Brasil. Já na atual temporada a pancada veio nas oitavas de final da Libertadores. O time Celeste voltou a levar a melhor e eliminou os cariocas.

Neste domingo, o Cruzeiro terá a terceira oportunidade de tirar o Flamengo da disputa de um título. Por mais que a situação seja difícil, a matemática ainda aponta uma chance. Para isso, porém, o Rubro-negro precisará voltar de Belo Horizonte com três pontos na bagagem. Nenhum outro resultado interessa diante de um adversário sem maiores aspirações.

“O Cruzeiro é um adversário difícil. Enfrentamos em jogos decisivos desde o ano passado. Temos que tentar neutralizar os contra-ataques, as saídas rápidas. Não podemos deixá-los gostar do jogo. Temos que dominar as ações na maior parte do tempo”, disse Willian Arão em entrevista coletiva.

Para a partida deste domingo, o técnico Dorival Júnior tem a dúvida entre Diego e Lucas Paquetá no meio de campo. O primeiro aproveitou a oportunidade com a suspensão do segundo, que não vive grande momento, e fez grave partida. Dourado com uma infecção no rosto segue fora da equipe.

CRUZEIRO X FLAMENGO

Data e hora: 25/11/2018, às 17h (horário de Brasília)
Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Jean Pierre Gonçalves Lima (RS)
Auxiliares: Leirson Peng Martins e Lucio Beiersdorf (RS)

Cruzeiro
Fábio; Edilson, Léo, Dedé e Egídio (Patrick Brey); Henrique (Lucas Romero) e Ariel Cabral; Thiago Neves, Robinho e Arrascaeta; Fred
Técnico: Mano Menezes

Flamengo
César; Pará, Réver, Léo Duarte e Renê; Cuéllar, Willian Arão, Diego (Paquetá), Everton Ribeiro e Vitinho; Uribe
Técnico: Dorival Júnior

Esporte