PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Odair defende grupo do Inter e diz que Atlético-MG ganhou por eficiência

Odair Hellmann acredita que o Internacional não venceu pela eficiência do adversário - Thiago Ribeiro/AGIF
Odair Hellmann acredita que o Internacional não venceu pela eficiência do adversário Imagem: Thiago Ribeiro/AGIF

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

21/11/2018 22h36

Na avaliação do técnico Odair Hellmann, o Internacional não teve melhor sorte contra o Atlético-MG pela eficiência do adversário. A derrota por 2 a 1 nesta quarta-feira (21) gerou críticas da torcida, mas os jogadores foram defendidos pelo técnico.

"Individualmente nunca falei de nenhum jogador. Falamos com eles no nosso ambiente de trabalho. Foram estes jogadores que nos trouxeram até aqui. Foram eles que fizeram um grande trabalho, uma grande campanha, todas as observações diferente disso e as escolhas, quando fiz, foram porque precisaram ser feitas. Então, esta campanha foi feita com regularidade, empenho, entrega e só estamos nessa condição porque estes jogadores se doaram e buscaram sempre dar o seu melhor. E deram. Nem sempre você ganha. Perdemos bem menos do que ganhamos neste campeonato e é por isso que nossa campanha é regular", disse o treinador.

O Internacional saiu atrás no primeiro tempo. Um gol em contra-ataque interferiu numa partida aparentemente controlada. No segundo, mais ofensivo, o Colorado criou chances, ao menos duas desperdiçadas por Leandro Damião, empatou de pênalti com D'Alessandro, mas na hora de sair para a virada sofreu outro gol e saiu derrotado.

Siga o UOL Esporte no

"Iniciamos bem, até os 20 minutos, não criando muito perigo, mas com bom domínio, posse. O Atlético-MG começou a encaixar o contra-ataque, e foi numa dessas bolas que tentamos a tabela perdemos a posse, encaixou o contra-ataque e saiu o gol. Mudamos no segundo tempo para tentar ser mais agressivos. Se fizéssemos isso, buscaríamos a partida. Conseguimos o empate. Criamos em seguida outra chance. Não desistimos, buscamos, não fizemos. E numa outra saída de bola, perdemos a posse e o Atlético-MG fez o gol da vitória. Pela eficiência que teve, de fazer o placar, perdemos a invencibilidade em casa, foi a segunda derrota no ano, primeira no Brasileiro. Não estamos felizes, não jogamos para isso, e amanhã nos apresentamos para conversarmos e fechar o campeonato da mesma maneira que fizemos todo ele", avaliou o treinador.

O Internacional, agora, mira o vice-campeonato. Tem 65 pontos e no domingo pega o Fluminense, se despedindo dos jogos em casa.

A queda para o Atlético-MG foi a segunda derrota no ano no Beira-Rio, a primeira no Campeonato Brasileiro. Além do Flu, fecha a temporada o jogo contra o Paraná, fora de casa.

Esporte