PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Levir comenta declaração polêmica de Odair sobre Atlético-MG: "forçação"

Siga o UOL Esporte no

Do UOL, em Belo Horizonte

21/11/2018 23h16

Levir Culpi evitou responder as declarações do técnico Odair Hellmann e do vice de futebol Roberto Melo após a vitória por 2 a 1 do Atlético-MG sobre o Internacional, na noite desta quarta-feira (21). O treinador alvinegro crê que as afirmações da dupla são normais no mundo do futebol.

"Foi uma forçação de barra [a repercussão do assunto]. Isso é o que a gente usa no Brasil, é o linguajar. Ele não falou com a intenção de magoar ninguém. Ele quis dizer que eles iam ter que recuperar o que tinham feito contra o próximo adversário. E era o Atlético. A ofensa vai da maneira como você vê, às vezes em palavras mais suaves ouve coisas que não quer ouvir. Não vi nada. O Odair é ótimo, competente, nada que responder", declarou ao fim do jogo ocorrido no Beira-Rio, pela 36ª rodada do Brasileiro.

Após a derrota por 1 a 0 para o Botafogo, no último domingo (18), no Engenhão, o técnico Odair Hellmann disse que o Galo teria que "pagar o pato" do resultado sofrido no Rio de Janeiro.

"Perdemos, é duro, não gostamos de perder, e quem vai ter que pagar este preço é o Atlético", afirmou na ocasião.

O vice-presidente de futebol do Inter seguiu uma linha de pensamento semelhante à do treinador: "Na quarta-feira precisamos buscar a vitória de qualquer jeito. Temos de chamar nosso torcedor, que tem comparecido em peso sempre. O que nós não jogamos hoje aqui, o Atlético é que vai ter de pagar o pato", disse Roberto Melo.

Embora a dupla tenha falado sobre o desejo de vencer o Atlético e afastar as críticas, o que aconteceu em campo foi bem diferente. O Galo contou com gols de Juan Cazares e David Terans para vencer os gaúchos, que marcaram com D'Alessandro em cobrança de pênalti.

Esporte