PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Valentim é expulso e acusa árbitro de perseguição: "Tem bronca de mim"

Ale Cabral/AGIF
Imagem: Ale Cabral/AGIF

Do UOL, em São Paulo

17/11/2018 20h02

Alberto Valentim se revoltou contra a arbitragem ao ser expulso no fim do primeiro tempo do confronto entre Corinthians e Vasco, neste sábado (17), em Itaquera. O técnico do time carioca invadiu o gramado após ser punido e reclamou bastante da decisão. Depois de ser retirado por companheiros de comissão técnica, o comandante cruzmaltino acusou o árbitro Wilton Pereira de Sampaio de perseguição.

"Que culpa ele tem se foi escanteio? Eu estou falando com meus jogadores, joguei o copo porque teve escanteio. Ele tem bronca de mim porque marcou um pênalti para o São Paulo quando eu ainda estava no Botafogo. É por isso que ele me expulsou", disse Valentim ao Premiere antes de deixar o gramado.

A revolta do treinador começou quando a arbitragem permitiu a cobrança de um escanteio à favor do Corinthians mesmo com o tempo de acréscimo já esgotado. Irritado, Valentim arremessou um copo plástico de água no gramado e esbravejou contra Wilton Pereira, que expulsou o técnico por conta da reação.

Logo após o encerramento da primeira etapa, Valentim correu para o centro do gramado e seguiu reclamando com a arbitragem. Ele foi contido pelos companheiros, mas deixou o campo bastante irritado.

Ao acusar o juiz de perseguição, Valentim relembrou um lance polêmico envolvendo a partida entre São Paulo e Botafogo, em maio deste ano. Na ocasião, Wilton Pereira marcou um pênalti para o time paulista, que acabou vencendo o confronto por 3 a 2. Após aquele jogo, o treinador também atacou duramente a arbitragem.

Esporte