PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Larghi lamenta ineficiência e explica troca no 1º tempo: "questão tática"

Do UOL, em Belo Horizonte

23/09/2018 18h58

Apesar da derrota do Atlético-MG por 2 a 1 para o Flamengo, o técnico Thiago Larghi disse ter visto uma boa partida do seu time e com chances de sair de campo vencedor. O técnico ainda comentou sobre a substituição de Tomás Andrade aos 35 minutos do primeiro tempo. O argentino deixou o campo bastante chateado, deu vários socos no banco de reservas e foi consolado pelos companheiros depois de chorar. Segundo Larghi, as ofensivas do lateral Trauco o obrigaram a mexer rápido na equipe.

"A escalação do Trauco, que estava bem na partida, me fez colocar o Luan, que tem uma capacidade melhor para defender daquele lado esquerdo deles, que estava produzindo muito bem. Esse foi o motivo para tirar o Tomás Andrade, que estava fazendo uma partida regular. Entendemos que era uma alternativa para voltar ao padrão que estávamos jogando e para o Luan segurar mais o Trauco, o que acabou acontecendo", disse.

Esta não foi a primeira vez que um jogador sai insatisfeito com a substituição de Larghi. O treinador revelou já ter conversado com o atleta e minimizou o fato.

"O jogador está no calor do momento, ainda mais depois de uma troca no meio do primeiro tempo, mas é responsabilidade minha. Ele se preparou bem para a partida. Mas como falei, o lado esquerdo do Flamengo estava funcionando bem, fizeram o gol logo no início. Entendemos que neutralizando aquele lado teríamos chances de virar. Mas é uma relação de confiança, falei para ele que era uma questão tática, precisávamos fortalecer nossa defesa", acrescentou.

Ao ser questionado sobre o jogo, Larghi disse ter visto o Atlético em condições de sair com um empate do Maracanã ou até com uma vitória, mas lamentou as chances perdidas e a eficiência do adversário.

"Pelo numero de oportunidades criadas pelo Flamengo, não foram tantas. Eles converteram bem, mas não criaram muitas. Temos que corrigir os erros e obter uma sequência pela frente. No segundo tempo, tivemos chances de vencer a partida ainda antes de tomar o segundo gol. O time criou, mas infelizmente não conseguimos transformar em gols as chances criadas", acrescentou.

Esporte