PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Odair Hellmann 'respira Corinthians' e vê resgaste do respeito ao Inter

Odair Hellmann mantém discurso jogo a jogo por crescimento do Interancional - Ricardo Duarte/Inter
Odair Hellmann mantém discurso jogo a jogo por crescimento do Interancional Imagem: Ricardo Duarte/Inter

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

21/09/2018 14h18

Mantendo discurso de pensamento 'jogo a jogo', Odair Hellmann evita planos a longo prazo no Inter. Segundo o técnico, ele foca suas atenções exclusivamente ao Corinthians e diz que o Colorado recuperou respeito de adversários.

"Eu não consigo nem pensar em segunda-feira. Chego em casa, vejo o jogo do Corinthians, entrevistas do Corinthians, falo com a comissão técnica sobre isso. Eu não tenho capacidade mental para fazer isso de pensar num segundo adversário me dedicando ao primeiro. Imagina no terceiro (adversário), no tetra... É cair do cavalo. Aqui é jogo a jogo. Cada jogo é sangue no olho, final de campeonato, três pontos, é o que nos trouxe até aqui e vai nos levar até o final. Quem pensa no segundo jogo antes do primeiro, cai da montanha", disse Odair questionado sobre planejamento a longo prazo.

A 'overdose de Corinthians' segue o discurso de pensamento 'jogo a jogo'. O Colorado vem de derrota para Chapecoense e pode ver o São Paulo se distanciar caso não consiga um bom resultado nesta rodada.

"Foi muito difícil chegar até agora,se transpirou muito para chegar até aqui, e nossa campanha é excelente. Eu tenho isso claro e os jogadores também. Mas temos muito trabalho pela frente e não vamos mudar em nada nosso comportamento. Independente do que acontecer domingo. Vamos lá para jogar como temos jogado contra qualquer adversário do Brasil", completou.

De volta à elite após uma temporada na Série B, Odair acredita que o Internacional resgatou o respeito dos adversários e o próximo passo é manter a boa campanha que vem realizando até o fim do torneio.

"Já resgatamos com o torcedor. Eu sinto isso, o resgate da honra de o time que ele torce jogar em qualquer lugar do país e enfrentar os adversários de frente. E eu falei isso no início do ano, resgatamos o respeito do adversário. E agora queremos a parte técnica. Precisamos dar o próximo passo. E quem dá dois passos de uma vez só, cai. Eu só penso no Corinthians, depois do Corinthians vamos avaliar, ver o que erramos, o que acertamos, e vamos para o próximo passo. É assim que trabalhamos e vamos seguir, independente do resultado, até o fim do Brasileiro", explicou.

Esporte