PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Maicon, Renato, Inter e árbitro serão julgados por confusão do Gre-Nal

Jogadores de Inter e Grêmio entram em confusão após o apito final  - Lucas Sabino/AGIF
Jogadores de Inter e Grêmio entram em confusão após o apito final Imagem: Lucas Sabino/AGIF

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

19/09/2018 11h46

Maicon, Renato Gaúcho, o Internacional, o árbitro Péricles Bassols Cortez e seus auxiliares foram denunciados e irão a julgamento no STJD na próxima sexta-feira (21) por conta da confusão que encerrou o último Gre-Nal.

O Colorado, mandante no jogo, está incluso no artigo 206, que fala sobre "dar causa ao atraso do início da realização da partida, prova ou equivalente, ou deixar de apresentar sua equipe em campo até a hora marcada para a partida". A pena varia de R$ 100 a R$ 1.000.

O volante Maicon, do Grêmio, está incluso no artigo 258: "Assumir qualquer conduta contrária à disciplina ou à ética desportiva". A pena varia de uma a seis partidas de suspensão. É no mesmo artigo em que está denunciado o técnico Renato Gaúcho, cuja pena também pode ser igual.

O árbitro e seus auxiliares estão citados nos artigos 260 e 266. "Omitir-se no dever de prevenir ou de coibir violência ou animosidade entre os atletas, no curso da competição", e "deixar de relatar as ocorrências disciplinares da partida, prova ou equivalente, ou fazê-lo de modo a impossibilitar ou dificultar a punição de infratores, deturpar os fatos ocorridos ou fazer constar fatos que não tenha presenciado", e podem ser suspensos por até 180 dias.

Confusão no fim do jogo

Ao apito final do árbitro Péricles Bassols Cortez no último Gre-Nal, disputado no Beira-Rio no dia 9 de setembro, uma confusão tomou a antessala dos vestiários. Trocando empurrões, os jogadores se encaminharam aos locais reservados sob discussão e provocações.

Maicon, que sequer tinha participado da partida, aos gritos se dirigia aos jogadores do Inter, que comemoravam a vitória por 1 a 0. O técnico Renato Gaúcho tentou entrar no vestiário dos rivais, gerando uma confusão com seguranças, profissionais dos dois clubes e qualquer um que estivesse por ali. Na súmula, apenas Renato e Maicon foram citados, fato que irritou a direção do Grêmio. 

Durante a semana seguinte, o tom provocativo tomou as declarações de jogadores de Inter e Grêmio. A relação entre os clubes mostrou-se arranhada no dia em que o Tricolor completou 115 anos, quando utilizou o 'Guia da Partida' para seguir provocando o rival.E o Inter, através de seus perfis nas redes sociais, foi seco ao dar parabéns ao tradicional oponente.

Esporte