PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Paraná veta torcida do Atlético-PR na Vila em desacordo sobre torcida única

Torcedores do Atlético não terão espaço na Vila Capanema: Paraná antecipa reciprocidade - Site Oficial Atlético-PR
Torcedores do Atlético não terão espaço na Vila Capanema: Paraná antecipa reciprocidade Imagem: Site Oficial Atlético-PR

Napoleão de Almeida

Colaboração para o UOL

23/05/2018 18h33

O duelo entre Paraná Clube e Atlético Paranaense, no domingo (23) às 11h na Vila Capanema, não poderá ser acompanhado do estádio pela torcida rubro-negra com setor próprio reservado ou camisa do Furacão. Entretanto, a decisão pela torcida única nesse jogo não significa que o Paraná irá adotar a medida em seus jogos; ao contrário: foi a falta de garantias de que haverá espaços para os tricolores no jogo da Arena da Baixada no segundo turno que levou a direção paranista a adotar a ideia.

O Ministério Público do Paraná propôs aos três times de Curitiba que não destinassem espaços determinados a torcedores visitantes e que vetassem a entrada de pessoas com as camisas de outras equipes que não a do mandante. Paraná e Coritiba se recusaram a encampar a proposta, mas o Atlético aceitou. Torcedores visitantes podem comprar ingressos normalmente, mas não tem um setor específico para se sentarem.

O promotor do MP-PR, Maximiliano Deliberador, confirmou a decisão do clube e disse que o clássico regional é “um piloto” para a adoção da medida futuramente. Entretanto, o Paraná não considera a adoção da medida, segundo apurou a reportagem, e irá antecipar a reciprocidade da presença única de torcedores paranistas, já que não obteve garantias de que terá um setor à disposição na Arena. O Atlético foi notificado da decisão e concordou.

Deliberador, porém, diz que não há restrições para que atleticanos possam ir ao jogo. “Vai ser resguardado o direito do torcedor de comprar o ingresso e sentar no espaço em que ele comprou, com aquela ideia de não ter espaço visitante e de não entrar camisa que não seja do Paraná”, afirmou o promotor, que ainda irá se reunir com torcedores organizados dos dois times.

Torcida única gerou polêmica e foi “driblada” em Atlético x Cruzeiro

O único jogo em que a ideia do MP-PR foi colocada em prática foi entre Atlético x Cruzeiro, pela Copa do Brasil. Sem um setor destinado aos cruzeirenses, os torcedores celestes acabaram comprando ingressos para um mesmo setor na Arena da Baixada. O Cruzeiro chegou a entrar com uma liminar para garantir a presença de seus apoiadores no estádio, mas não obteve sucesso na Justiça. Alguns torcedores “driblaram” a decisão de veto à camisas do Cruzeiro no estádio e exibiram a camisa azul nas arquibancadas.

Em campo, o Cruzeiro venceu por 2 a 1. Não foram registrados incidentes entre as torcidas. Na quinta-feira (31), o Atlético receberá o Santos na Arena da Baixada, com as medidas em vigor. As medidas foram inspiradas no que ocorre na Argentina desde 2013.

Esporte