PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Jogador do Bahia reclama que foi chamado de macaco e sai irritado

Renê Junior reclamou que foi chamado de macaco - Raul Spinassé / Ag. A Tarde
Renê Junior reclamou que foi chamado de macaco Imagem: Raul Spinassé / Ag. A Tarde

Do UOL, em São Paulo

22/10/2017 19h16

O Ba-vi teve um momento quente neste domingo e na discussão Renê Júnior teria sido chamado de macaco. O jogador do Bahia saiu de campo sem querer falar com a imprensa, mas não escondia a que não se sentia confortável. Ele precisou ser contido pelos companheiros de equipe e por policiais.

Ele foi procurado por vários jogadores do Bahia que consolavam Renê Júnior. Quando a reportagem do Premiere pediu para conversar, preferiu não falar. Não ficou claro de quem teria partido o ato de racismo. Edigar Junio, que fez o gol que definiu o placar, contou que não viu o lance, mas afirmou que tal atitude não pode ocorrer.

“Eu não vi, mas isso não pode acontecer. Nós estamos no século XXI. Se tiver acontecido, tem que dar um basta nisso. O país não pode mais passar por isso.

Esporte