PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Flu encara Chape e tabu de 41 anos para respirar aliviado no Brasileiro

Time do Fluminense luta pela terceira vitória consecutiva no Brasileiro - Lucas Merçon/Fluminense
Time do Fluminense luta pela terceira vitória consecutiva no Brasileiro Imagem: Lucas Merçon/Fluminense

Leo Burlá

Do UOL, no Rio de Janeiro

22/10/2017 04h00

Em alta no Campeonato Brasileiro, o Fluminense, após vitórias sobre Avaí e São Paulo, tem pela frente uma missão que tem sido "impossível" ao longo da história. Neste domingo, o Flu pega a Chapecoense, às 19h, na Arena Condá. Para ver praticamente o risco de queda descartado, o time terá de fazer o que nunca fez: vencer a Chape.

É bem verdade que são apenas oito confrontos de 1976 até 2017, mas fato é que o Flu coleciona fracassos diante dos catarinenses, que somam cinco vitórias e três empates. Na mais amarga lembrança para os tricolores, os catarinenses vieram ao Maracanã e voltaram para Chapecó com uma goleada por 4 a 1 na bagagem.

No turno, os donos da casa conseguiram um ponto no apagar das luzes no Giulite Coutinho. O time saiu na frente do placar, permitiu a virada dos visitantes, mas empatou com Marcos Jr, aos 46 minutos da etapa final. Salvo uma nova opção de Abel, o atacante deverá iniciar o jogo. Caso não comece de início, Robinho é o favorito.

"O jogo vai ser muito complicado. É fora de casa, eles vieram de vitória do último jogo. Estamos trabalhando forte, vamos com o mesmo pensamento de pés no chão, mas sempre buscando os três pontos", analisou Robinho.

Alçapão temido pelo adversário, a Arena Condá não tem tido efeito muito positivo para a Chapecoense neste Brasileiro, o que pode beneficiar o Tricolor em busca desta vitória inédita. São apenas 17 pontos somados em 14 jogos. Embalado por duas vitórias seguidas, o Flu espera espantar o fantasma verde e respirar aliviado.

"Acho que temos que fazer o que temos feito desde o clássico diante do Flamengo: jogar compacto e ficar com a bola. Quando não estivermos com a bola, devemos marcar e continuar com a mesma pegada. Respeitamos a equipe da Chapecoense, mas temos tudo para fazer um bom jogo e sairmos com a vitória", afirmou o volante Richard.

Para enfim vencer o adversário, o técnico Abel Braga não deverá contar com Douglas, Sornoza e Henrique Dourado, poupados. 

Os confrontos:

08/2/1976 Chapecoense 2 X 2 Fluminense
 
20/8/2014 Chapecoense 1 X 0 Fluminense
 
20/11/2014 Fluminense 1 X 4 Chapecoense
 
26/7/2015 Chapecoense 2 X 1 Fluminense 
 
07/11/2015 Fluminense 2 X 3 Chapecoense
 
04/6/2016 Chapecoense 0 X 0 Fluminense
 
15/9/2016 Fluminense 1 X 2 Chapecoense
 
03/7/2017 Fluminense 3 X 3 Chapecoense
 
Chapecoense x Fluminense

Local: Arena Condá, Chapecó (SC)
Árbitro: Claudio Francisco Lima E Silva (SE)
Auxiliares: Cleriston Clay Barreto Rios (SE) e Fabio Pereira (TO)

Chapecoense
Jandrei; Apodi, Douglas, Fabrício Bruno e Reinaldo; Amaral, Moisés Ribeiro, Canteros e Luiz Antônio; Arthur e Wellington Paulista. Técnico: Gilson Kleina

Fluminense
Diego Cavalieri; Lucas, Gum, Reginaldo e Marlon; Richard, Marlon Freitas, Wendel e Gustavo Scarpa; Marcos Jr. e Peu. Técnico: Abel Braga 

Esporte