PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Santos e Sport empatam e se complicam em brigas por título e contra degola

Lucas Lima - Clélio Tomazi/AGIF - Clélio Tomazi/AGIF
Imagem: Clélio Tomazi/AGIF

Do UOL, em Santos (SP)

19/10/2017 22h53

Santos e Sport empataram por 1 a 1 nesta quinta-feira, na Ilha do Retiro, em jogo válido pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro. O resultado não foi bom para paulistas e pernambucanos. A equipe santista que ficava na segunda colocação, a 7 pontos do líder Corinthians, até aos 39 minutos do segundo tempo, viu a vantagem ficar em nove pontos. O alvinegro praiano ainda caiu para a quarta posição, com 50 pontos. Já o Sport subiu para 35 pontos, na 14ª colocação, mas fica somente a três pontos da zona de rebaixamento.

O Santos apostou na grande fase de seu goleiro para tentar conquistar os três pontos. Vanderlei fez diversas defesas importantes – com as mãos e até com os pés. Além de seu “paredão”, a equipe santista se beneficiava pela boa fase do atacante Ricardo Oliveira, que soma quatro gols nos últimos seis jogos. Foi dele o gol que abriu o placar na Ilha do Retiro.

A estratégia quase deu certo, mas de tanto pressionar, o Sport empatou no final da partida. Rogério cruzou para área e a bola não tocou em ninguém, nem em Vanderlei, e “morreu” dentro do gol.

O Santos, que não criou na segunda etapa, teve a chance de vencer a partida aos 43 minutos do segundo tempo. Vecchio deixou Kayke na “cara” de Magrão, mas o atacante chutou para fora.

Após empatar com o Sport, o Santos volta a campo no próximo domingo, quando encara o lanterna Atlético-GO, às 17h (de Brasília), na Vila Belmiro, em jogo válido pela 30ª rodada da competição. No mesmo dia e horário, o Sport enfrenta o Atlético-PR, na Arena da Baixada.

Quem foi bem: Jean Mota “serve” em gol do Santos e se destaca no jogo

Levir Culpi apostou em três meias para servir Ricardo Oliveira – Lucas Lima, Serginho e Jean Mota. Mas o melhor deles foi Jean Mota, responsável por servir o camisa 9 no gol santista.

Quem foi mal: Wesley é substituído para alegria da galera

Bastante vaiado quando pegava na bola no primeiro tempo, Wesley foi substituído no intervalo da partida por Juninho. A torcida do Sport vibrou como se comemorasse um gol quando o locutor da Ilha do Retiro anunciou a saída do meia, revelado pelo Santos. Wesley não voltou para o banco de reservas no segundo tempo.

Duas chances em 3 minutos e um gol

O atacante Ricardo Oliveira começou o jogo a todo vapor. Em apenas três minutos de jogo, ele finalizou na “cara” de Magrão duas vezes. Na primeira, com um minuto de partida, o goleiro do Sport defendeu. Mas na segunda tentativa, aos três minutos, o camisa 9 bateu rasteiro para abrir o placar após assistência de Jean Mota. No segundo tempo, Ricardo Oliveira e Magrão travaram novo duelo "cara a cara". Magrão saiu com os pés e evitou o gol.

Vanderlei salva Santos de derrota mais uma vez

O goleiro Vanderlei fez, no mínimo, três importantes defesas no primeiro tempo. Mas a principal delas ocorreu aos 34 minutos, quando Diego Souza driblou três marcadores dentro da área e chutou cruzado e rasteiro de perna esquerda para grande defesa de Vanderlei, que espalmou para escanteio. Na segunda etapa, o camisa 1 voltou a se destacar. No entanto, ele não pode evitar o empate do Sport.

Levir aposta em três “maestros”, mas recua e é punido

Sem Bruno Henrique mais uma vez, lesionado, o técnico Levir Culpi surpreendeu ao escalar três na linha de meio-campo que atua atrás de Ricardo Oliveira. Para isso, o treinador barrou o colombiano Copete. O posicionamento dos meias ficou da seguinte forma: Jean Mota pelo lado esquerdo, Serginho centralizado e Lucas Lima pela direita. No entanto, eles trocavam de posição a todo o momento. Apesar da estratégia ter valido a pena, Levir voltou do intervalo com Copete no lugar de Serginho. A equipe santista ficou menos criativa e tomou pressão. Por conta disso, o Sporto empatou.

Dedo de Vanderlei Luxemburgo

O técnico Vanderlei Luxemburgo fez de tudo para tentar buscar o empate contra o Santos. Ele fez três alterações ofensivas. Uma delas garantiu pelo menos um ponto ao time pernambucano. Isso porque Rogério, que entrou no lugar de Osvaldo, fez o gol de empate aos 39 minutos do segundo tempo.

Ficha Técnica

Sport 1 x 1 Santos

Data e horário: quinta-feira, às 21h (de Brasília)
Local: Ilha do Retiro, em Recife
Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva (PA)
Auxiliares: Fabiano da Silva Ramires (ES) e José Ricardo Guimarães Coimbra (PA)

Gols: Ricardo Oliveira aos três minutos do primeiro tempo (Santos); Rogério aos 39 minutos do segundo tempo

Cartões amarelos: Wesley (Sport); Matheus Jesus, Vecchio, Copete, Yuri e Lucas Veríssimo (Santos)

Sport
Magrão; Raul Prata (Samuel Xavier), Durval, Henríquez e Sander; Rithely, Patrick, Wesley (Juninho), Diego Souza e Osvaldo (Rogério); André.
Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

Santos
Vanderlei; Daniel Guedes, Lucas Veríssimo, David Braz e Zeca; Yuri (Vecchio), Matheus Jesus, Serginho (Copete), Lucas Lima e Jean Mota; Ricardo Oliveira.
Técnico: Levir Culpi.

Esporte