PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Valentim topa esperar outra chance, mas se diz pronto para o Palmeiras

Alberto Valentim comandou o Palmeiras interinamente diante do Atlético-GO - Kelly Nascimento/NascimentoSouzaPress/Estadão Conteúdo
Alberto Valentim comandou o Palmeiras interinamente diante do Atlético-GO Imagem: Kelly Nascimento/NascimentoSouzaPress/Estadão Conteúdo

Danilo Lavieri

Do UOL, em São Paulo

18/10/2017 16h22

Embora tenha tido apenas um trabalho como técnico, Alberto Valentim se considera pronto para assumir o Palmeiras pela bagagem que adquiriu no futebol.

Ele se diz bastante tranquilo e paciente em relação ao seu futuro e concorda com a tese de que ainda pode evoluir. O ex-lateral, no entanto, destaca que já estaria pronto para deixar de lado o rótulo de interino.

“Eu quero que vocês entendam bem a minha resposta. Se eu vou ser treinador ou auxiliar, só o futuro dirá. Estou pensando só na Ponte Preta (jogo desta quinta-feira). Agora, é importante deixar claro que estou pronto para ser treinador. E em qualquer equipe. Estou pronto e não tenho sombra de dúvidas sobre isso. Não estou me preocupando qual função eu vou, mas é muito tranquilo dizer para todos dizer que estou pronto para treinar qualquer time”, explicou Valentim em entrevista coletiva nesta quarta-feira (18).

No início do ano, Valentim comandou o Red Bull no Paulistão, mas não teve sucesso e acabou retornando ao Palmeiras por um pedido de Cuca. Com a saída do técnico, ele agora cobre o espaço até que a diretoria decida qual rumo quer tomar. Mano Menezes é o preferido.

Apesar de se julgar preparado, ele diz entender a decisão da diretoria caso um outro nome seja contratado para iniciar o planejamento de 2018.

“Não fiquei frustrado as outras vezes que fui interino e não vou ficar agora. Eu ainda estou começando a carreira e sei que vou ter várias oportunidades. Elas vão aparecer. Estou muito tranquilo e não me iludo com nada. Nada vai me frustrar e eu estou quebrando a cabeça para saber como anular a Ponte Preta.

Não penso nem mesmo no treino de sexta e no jogo do Grêmio, no domingo, quanto mais no meu futuro. Imagina pensar em dez jogos? Não é frase feita, é a verdade”, completou.

Valentim quer dar estilo ao time e confirma retorno de Jean

Para completar, o técnico interino afirmou que trabalhar enquanto estiver à frente da equipe de uma maneira um pouco mais enérgica em relação ao perfil de trabalho que desenvolvia como auxiliar.

Valentim ainda classificou como normal algumas discordâncias do dia a dia entre ele e outros membros da ex-comissão técnica em relação a ideias de jogo e disse que isso faz bem para o time. Segundo ele, levará tempo para que a equipe adquira o modo de jogar que ele considera ideal.

O importante é que, para esta quinta-feira, ele recebe o reforço de Jean, que já treinou normalmente na última segunda-feira e agora deve ser relacionado. Mina, que também treinou com o grupo, ainda ficará preservado. A ideia de Valentim é repetir a escalação do time que venceu o Atlético-GO por 3 a 1 no último domingo.

“Eu quero fazer o máximo para que o time seja o mesmo. Estou com alguns detalhes no departamento médico, ainda não tenho todos os jogadores com o físico ideal, mas vamos esperar isso. O Mina ainda não vai porque treinou pouco e preciso avisar isso a ele. O Jean está de volta, está convocado. Vou definir algumas coisinhas para ter certeza dos 11 que vão jogar”.

Esporte