PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Mano rejeita rótulo de novela para definir futuro: "não estabeleci prazo"

Do UOL, em Belo Horizonte

18/10/2017 22h26

A derrota por 1 a 0 para o Coritiba, nesta noite de quarta-feira, ficou praticamente em segundo plano na entrevista de imprensa do técnico Mano Menezes. Com o futuro indefinido no clube, o comandante foi questionado sobre o andamento de suas conversas com a nova diretoria para renovar ou não seu vínculo com a agremiação. Contudo, Mano descartou dar um prazo para colocar um ponto final no assunto e disse não ser o culpado pela 'novela' criada sobre a situação.

"Eu sempre dei a mesma resposta para todas as pessoas que me ligaram. A gente teve uma primeira conversa boa, mas ficamos para detalhar coisas importantes mais para o final da semana ou na outra semana", comentou o treinador, citando a primeira reunião com a nova diretoria, realizada na última terça-feira.

"Quero dizer para o torcedor do Cruzeiro que não sou autor de novela. Não fiz novela, não estabeleci nenhum prazo. Vocês fizeram algumas coisas, não vou responder pelo que fizeram. Se o torcedor não está gostando da novela que vocês criaram, que mudem a pauta. Eu sempre disse que meu primeiro encontro seria com os novos diretores e estou fazendo o que disse, não há novela, a culpa não é minha. Sou um cara de palavra e estou fazendo o que disse que faria. O torcedor espera que a gente faça o melhor para o clube", acrescentou.

Derrota fora de casa foi justa

Quando questionado sobre o jogo no Couto Pereira, Mano admitiu a baixa produção da equipe celeste e reconheceu que a derrota foi justa.

"Não merecemos outro resultado, principalmente pelo primeiro tempo, abaixo do jogo da equipe. Mesmo no segundo tempo, com uma presença mais forte em volta da área, fizemos pouco para uma equipe com a nossa qualidade e com a campanha que estamos fazendo. Por isso não tivemos outro resultado que não fosse a derrota".

Esporte