PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Cruzeiro e Atlético têm time de pendurados na rodada que antecede clássico

Fred é preocupação no Galo e polivalente Romero também está pendurado no Cruzeiro - Bruno Cantini/Atlético-MG
Fred é preocupação no Galo e polivalente Romero também está pendurado no Cruzeiro Imagem: Bruno Cantini/Atlético-MG

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

18/10/2017 04h00

A 29ª rodada sequer começou, mas Atlético-MG e Cruzeiro já estão de olho na partida seguinte, do final de semana. O clássico mineiro só acontecerá no próximo domingo, mas o desempenho dos rivais neste meio de semana poderá mexer com as escalações. Os dois times possuem 12 jogadores pendurados nesta quarta-feira e a lista abrange desde os reservas e pouco utilizados até os titulares e esperanças de gols.

Mandante no domingo, o Cruzeiro conta com cinco pendurados: Hudson, Diogo Barbosa, Rafinha, Lucas Romero e Murilo. Nesta quarta-feira, o confronto da Raposa será na capital paranaense contra o Coritiba. Do provável time que deverá começar o jogo, Hudson, Diogo Barbosa e Rafinha estão com dois amarelos na conta. O titular Murilo já voltou a treinar com os companheiros, mas deverá ser preparado para o jogo contra o rival.

No Atlético, Oswaldo de Oliveira terá o retorno de Robinho, que perdeu a partida contra o Sport, mas corre o risco de ficar sem outro jogador recém-recuperado pelo treinador. A principal preocupação é com o atacante Fred. Na mesma tarde que findou um jejum de três meses sem marcar, o centroavante também acabou amarelado na Ilha do Retiro e está em alerta. Outros pendurados importantes na equipe alvinegra são o volante Adilson e os atacantes Otero e Luan. Completando a lista, estão os suplentes Alex Silva, Matheus Mancini e Marlone.

O duelo do Cruzeiro contra o Coritiba será realizado às 19h30 no Couto Pereira. Com chances remotas de título, a Raposa está no quinto lugar, quer terminar o Brasileirão em alta e briga diretamente com o Palmeiras, Santos e Grêmio para ficar com a segunda colocação, podendo até dormir na vice-liderança. Já o Galo entra em campo mais tarde, às 21h, e recebe a Chapecoense no Independência. Precisando de mais algumas vitórias para dar fim a qualquer chance de rebaixamento, o time também está de olho em uma possível vaga no G-7. Por isso, fazer o dever de casa é mais que necessário para tentar se aproximar do Flamengo, hoje sétimo colocado e a cinco pontos de distância.

Esporte