PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Prass isenta árbitro após derrota para o Santos: "Não tem reclamação"

Fernando Prass reclama de lance durante o duelo entre Santos e Palmeiras - Marcello Zambrana/AGIF
Fernando Prass reclama de lance durante o duelo entre Santos e Palmeiras Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

Do UOL, em São Paulo

30/09/2017 21h41

Quando Ricardo Oliveira fez o gol da vitória do Santos por 1 a 0 sobre o Palmeiras, neste sábado (30), no Allianz Parque, em jogo válido pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro, alguns jogadores do time da casa reclamaram de suposta falta de Jean Motta em Guerra na origem da jogada. Após o jogo, Fernando Prass chegou a insinuar falta de critério na avaliação do lance, mas disse que não tem motivo para reclamar com a arbitragem.

"Acho que foi uma reclamação porque lances como aquele do Guerra ele estava dando falta e naquele não deu, mas não tem reclamação", disse Prass, na zona mista do Allianz Parque.

Na saída do gramado, Prass se irritou após ser questionado por repórter do "SporTV" se sua ida para a área ofensiva nos minutos finais mostrava desespero do Palmeiras. Mais calmo na saída do estádio, o goleiro admitiu que o revés atrapalha os planos do time no Brasileirão.

"A gente precisava da vitória até planejando a situação do campeonato, já que temos mais um jogo em casa, mas perdemos. Foi um jogo com duas propostas diferentes, a gente marcando em cima e o Santos no contra-ataque. Acho que foi um jogo igual, mas o Santos acabou fazendo o gol, acho que a diferença foi essa", opinou.

Prass ainda saiu em defesa do centroavante Deyverson, alvo de críticas por sua atuação no clássico contra o Santos.

"Acho que o Deyverson, pelas características dele, e como o campo estava, fez um jogo muito bom. Mas claro que centroavante vai ser sempre cobrado por gol", admitiu.

Esporte