PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Renato admite mudar planos do Grêmio no Brasileirão: "Mas não muito"

Renato Gaúcho pode mudar planos do Grêmio para o Campeonato Brasileiro - Lucas Uebel/Gremio FBPA/Divulgação
Renato Gaúcho pode mudar planos do Grêmio para o Campeonato Brasileiro Imagem: Lucas Uebel/Gremio FBPA/Divulgação

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

24/08/2017 12h02

O Grêmio deverá usar mais vezes o time titular no Campeonato Brasileiro. Eliminado na semifinal da Copa do Brasil, o time gaúcho não vai mudar radicalmente os planos no próximo mês – em virtude das quartas de final da Libertadores. Mas a médio e longo prazo sim.

Renato Gaúcho foi superficial ao falar sobre o impacto da eliminação nos planos.

“O planejamento não vai mudar muito. Estamos tristes, é normal, mas vamos levantar a cabeça. O planejamento não vai mudar. Saímos da Copa do Brasil, então sempre que der vamos usar o time titular no Brasileiro. Na véspera da Libertadores a gente pode mudar”, comentou o treinador.

Até encontrar o Botafogo, nas quartas de final do torneio sul-americano, o Grêmio tem três jogos. A partida contra o Sport foi adiada – passou de 26 de agosto para 2 de setembro. Antes há novo duelo com o Cruzeiro, outra vez em Belo Horizonte. Mas agora pela semifinal da Primeira Liga. Originalmente o Tricolor iria usar time reserva com peças do grupo de transição.

A partida mais próxima do primeiro duelo com o time de Rodrigo Pimpão e Jair Ventura é contra o Vasco, no Rio de Janeiro. O duelo está marcado para três dias antes do confronto com o Botafogo. Neste cenário, é possível que o Grêmio use titulares no Brasileirão e permaneça em território fluminense para jogar pela Libertadores.

Depois do jogo de ida no Engenhão, o Grêmio volta a Porto Alegre e recebe a Chapecoense pelo Brasileiro. Por estar justamente no meio dos jogos com o Botafogo, o jogo será disputado com reservas. A médio e longo prazo a ideia de relegar o Campeonato Brasileiro a segundo plano deve ser abandonada.

“O que aconteceu aqui nos remete a situação até de certo conforto. Para focar e disputar as competições”, opinou Romildo Bolzan Jr., presidente do Grêmio. “Agora estamos recompondo nossa perspectiva de jogar Brasileiro e Libertadores”, acrescentou.

Esporte