PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Mano explica opção por titulares: "decisão acertada e 4ª vamos completar"

Do UOL, em Belo Horizonte

20/08/2017 18h55

Cerca de sete mil pagantes e pouco mais de dez mil presentes estiveram no Mineirão na vitória do Cruzeiro por 2 a 0 sobre o Sport, pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro. A baixa presença de público tem uma explicação. Nesta quarta-feira o Cruzeiro decide uma vaga na final da Copa do Brasil contra o Grêmio. Muito se fala desse jogo e pouco se falava do duelo com o Sport.

Tanto que a expectativa de torcedores e imprensa era pela escalação do Cruzeiro com jogadores reservas, assim como o Grêmio fez mais cedo, no empate sem gols com o Atlético-PR. Mas não, o técnico Mano Menezes surpreendeu e usou praticamente força máxima diante do Sport. Do time que começou o jogo em Porto Alegre, na quarta passada, apenas quatro não estavam em campo neste domingo, sendo dois deles sem condições de jogo. O único poupado foi Robinho.

Na avaliação do treinador cruzeirense, mais importante do que chegar descansado para o duelo da volta pela semifinal da Copa do Brasil, o Cruzeiro precisava voltar a vencer em casa. Já eram quatro jogos sem triunfos, todos empatados. Além disso, com os três pontos conquistados, o Cruzeiro está novamente dentro do G-6 do Brasileirão.

“Nós estamos descansadinhos já, descansamos ali atrás. Entendo eu, da mesma maneira das pessoas da nossa direção, que era uma partida importantíssima para nós. Era importante voltar a vencer. Estava jogando bem em casa, mas não conseguia os três pontos, exatamente para entrar no G-6, pois psicologicamente é bom. Não se preocupe, na quarta-feira vamos estar inteiros”, comentou Mano Menezes, que viu o resultado como um fator importante para a torcida lotar o Mineirão na quarta-feira.

“Para o torcedor, ver a equipe vencer um time que está na frente, fazer 2 a 0, o placar que precisa, é emblemático. O torcedor enxergar isso da maneira que aumenta a sua confiança para ele estar aqui na quarta-feira, fazendo parte dessa missão grandiosa que temos para tentar chegar à final da Copa do Brasil”, disse Mano, que mostrou muita confiança na classificação diante do Grêmio.

“A decisão foi acertada, na quarta-feira vamos completar”.

Para avançar na Copa do Brasil, o Cruzeiro precisa vencer por dois gols de diferença. Em caso de triunfo por 1 a 0, a vaga na final vai ser decidida nos pênaltis. Qualquer outro resultado dá a classificação ao Grêmio.

Esporte