PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Nos braços da torcida, Petros e Jucilei têm missão: melhorar no ataque

Petros foi comprado pelo São Paulo em junho e assinou por quatro anos - Marcello Zambrana/AGIF
Petros foi comprado pelo São Paulo em junho e assinou por quatro anos Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

Bruno Grossi

Do UOL, em São Paulo (SP)

24/07/2017 04h00

Se a crise vivida pelo São Paulo beneficiou alguém no clube, Petros e Jucilei estão entre os que podem sair fortalecidos da turbulência no Campeonato Brasileiro. São ovacionados no anúncio das escalações, têm os nomes gritados pela torcida e são exaltados nas redes sociais. Nesta segunda-feira, às 20h, eles formarão a dupla de volantes do Tricolor pela sexta partida consecutiva e têm o desafio de superar um estigma contra o Grêmio: manter a eficiência defensiva e ainda se apresentarem com mais força ao ataque, no Morumbi.

Há um consenso, entre jogadores, comissão técnica e torcida, de que os dois ajudaram o time a sofrer menos. A marcação forte pode ser traduzida pelos números. Jucilei é o líder em desarmes do São Paulo no Brasileirão. Nas 15 rodadas que disputou - com todos os minutos na conta -, conseguiu roubar 40 bolas. A média é de 2,6 desarmes por jogo. Tudo isso sem receber um cartão amarelo sequer e sofrendo mais faltas do que cometendo (39 a 24). Petros, que vai para a sexta atuação no Tricolor, conseguiu dez desarmes, com média de dois por confronto. 

Dorival Júnior tem trabalhado para que a dupla chegue mais à frente. Jucilei, que com Ceni se postava quase como um terceiro zagueiro, agora tem liberdade para desgarrar, com Petros mais preso às obrigações defensivas. Nos jogos contra Vasco e Atlético-GO, o primeiro apareceu até pelas pontas e só não saiu com assistência porque Martin Silva fez grande defesa em chute de Wellington Nem. O goleiro vascaíno, mais tarde, impediria gol de Cueva aproveitando lançamento de Petros.

Os dois lances são mostras das cobranças do técnico por um jogo mais vertical dos meio-campistas. O setor perdeu Thiago Mendes, vendido ao Lille, que tinha cinco gols e três assistências na temporada. Fora ele, o time teve três gols de Cícero, reserva, e duas assistências de João Schmidt, que também foi negociado, entre os volantes.

Agora, Hernanes será uma nova esperança para devolver essa presença ofensiva, deixando Cueva mais avançado e livre para retomar o melhor futebol. Ainda sem o Profeta, Dorival pode simular a nova formação se escalar Lucas Fernandes na vaga do lesionado Nem. Cueva cairia pelos lados, bem como Jonatan Gómez. Um quinteto com a missão de servir o artilheiro Lucas Pratto, autor de cinco gols no Brasileirão.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO X GRÊMIO

Local: Morumbi, em São Paulo (SP)
Data/Hora: 24 de julho de 2017, às 20h
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo e Pablo Almeida da Costa (ambos de MG)

SÃO PAULO: Renan Ribeiro, Bruno, Arboleda, Rodrigo Caio e Edimar; Petros e Jucilei; Gómez, Lucas Fernandes (Marcinho) e Cueva; Pratto. Técnico: Dorival Júnior.

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Edílson, Pedro Geromel, Kannemann e Bruno Cortez; Michel, Arthur, Fernandinho (Everton), Ramiro e Pedro Rocha; Luan;
Técnico: Renato Gaúcho

Esporte