PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Diretor do Cruzeiro sai na bronca e pede atenção especial com arbitragem

Do UOL, em Belo Horizonte

23/07/2017 18h45

Antes da entrevista coletiva do técnico Mano Menezes, após a derrota por 1 a 0 diante do Avaí, na Ressacada, o diretor de futebol do Cruzeiro, Klauss Câmara, foi aos microfones para pedir mais atenção da comissão de arbitragem na véspera do confronto decisivo diante do Palmeiras, na próxima quarta-feira, pela Copa do Brasil. Klauss não tirou os méritos da equipe catarinense na vitória em Florianópolis, mas questionou o árbitro Flávio Rodrigues de Souza pela não marcação de um pênalti a favor do Cruzeiro no segundo tempo de jogo.

"O objetivo de estar aqui, independente do resultado, é dizer que o Cruzeiro teve um prejuízo grande hoje por causa da arbitragem. Foi um pênalti muito claro no Elber e no mesmo lance outra penalidade ocorreu. Então o objetivo é pedir uma atenção especial com a comissão de arbitragem. Na quarta-feira, temos um jogo importante e que vale a classificação na Copa do Brasil. No histórico recente, tivemos um lance duvidoso para o Fluminense, outro contra o Corinthians, no Itaquerão. Por isso queremos pedir essa atenção especial, temos uma partida importante no Mineirão, e esses lances contra o Cruzeiro estão muito recorrentes. O árbitro (Flávio Rodrigues) não deu o pênalti em dois lances claros e sequer consultou os assistentes que estavam próximos. Não queremos tirar o mérito da vitória do Avaí, mas ficamos preocupados. O nosso trabalho consiste em ter profissionalismo em todas as áreas, e a comissão de arbitragem precisa rever isso", disse o diretor.

Esporte