PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Fernandinho cita desgaste e chances perdidas ao explicar derrota do Grêmio

Do UOL, em Porto Alegre

28/05/2017 20h14

O Grêmio abriu 2 a 0 antes do 20 minutos do primeiro tempo, mas perdeu para o Sport por 4 a 3 neste domingo (28), em Recife. Para Fernandinho, autor de dois gols, o time gaúcho perdeu chances para matar a partida quando estava bem no duelo. E sentiu grande desgaste pelo primeiro tempo intenso na Ilha do Retiro.

A derrota, de virada, tira o Grêmio da liderança do Campeonato Brasileiro.

“Entrosamento faz a diferença, mas nesse jogo não podemos dizer que foi isso a diferença. Tivemos chances para matar, não fizemos. Tomamos a virada e ficou difícil”, disse Fernandinho na saída de campo.

Preservando titulares para o jogo da volta das oitavas de final da Copa do Brasil, contra o Fluminense, o Grêmio escalou reservas e jovens do chamado time de transição. Além disso, entrou em campo com esquema inédito no ano: 3-4-3.

A formação ajudou o Grêmio a surpreender o Sport no começo do jogo. Rápido no contra-ataque e bem fechado com uma linha de cinco sem a bola, o Tricolor foi perdendo força ofensiva ainda no primeiro tempo e na etapa final quase não atacou.

“Já estava bem no final da partida, pelo primeiro tempo e sua intensidade, o time ficou desgastado. Desgastamos bastante”, comentou Fernandinho ao ser questionado sobre explorar às costas de Eugenio Mena, que foi expulso aos 38 minutos do segundo tempo.

Esporte