PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Auxiliar de Dorival diz não ver disparidade entre Santos e Cruzeiro

Lucas Silvestre, auxiliar do Santos, e Mano Menezes, técnico do Cruzeiro - Ale Cabral/AGIF - Ale Cabral/AGIF
Imagem: Ale Cabral/AGIF

Do UOL, em São Paulo

28/05/2017 20h15

Apesar da derrota por 1 a 0 para o Cruzeiro, neste domingo (28), na Vila Belmiro, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro, o auxiliar técnico de Dorival Júnior, Lucas Silvestre, não viu uma atuação ruim do seu time.

Silvestre esteve à beira do campo no comando da equipe porque Dorival estava suspenso, já que foi expulso na partida contra o Coritiba, no último fim de semana. O treinador acompanhou o jogo deste domingo de uma cabine da Vila.

"Nós não tivemos uma atuação ruim. Infelizmente não conseguimos aproveitar as chances para fazer gol. Eles aproveitaram", disse Silvestre, que não vê o Cruzeiro superior ao Santos.

"Quantas defesas o Vanderlei fez? Uma grande defesa. Enfrentamos uma equipe que briga pelo título, mas não vi uma grande disparidade entre os dois times. Conseguiram um gol na boa movimentação do Ábila. Foi um jogo igual. Era para ser 0 a 0", afirmou.

A melhor oportunidade criada pelo Santos foi aos 32 minutos do primeiro tempo, quando Bruno Henrique arrancou pelo meio, invadiu a área e só parou em ótima defesa do goleiro Fábio. No fim da partida, Thiago Neves marcou o gol do triunfo do Cruzeiro.

Com o revés, o Santos continua com três pontos (são duas derrotas e apenas uma vitória até aqui). Na próxima rodada do Campeonato Brasileiro, o time da Baixada Santista visita o Corinthians, no sábado (3), às 19h (de Brasília).

Esporte