PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Renato Gaúcho aposenta 'falso nove' e define nova função para Luan

Artilheiro do time nesta temporada, Luan não jogará mais como referência no ataque - LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA
Artilheiro do time nesta temporada, Luan não jogará mais como referência no ataque Imagem: LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA

Do UOL, em Porto Alegre

24/09/2016 06h00

Luan vai ter uma função específica no Grêmio, a partir de agora. Principal expoente técnico do time, o camisa 7 não atuará mais perto do gol. Dentro da filosofia de Renato Gaúcho, o time precisa de um atacante que seja referência. E as características desejadas não fecham com aquelas que o campeão olímpico pode dar.

A ideia de Renato explica, por exemplo, a escolha de Henrique Almeida. E a manutenção dele na equipe, mesmo após ato de indisciplina (gesto obsceno para parte da torcida) e aplicação de multa.

“Ele até pode ter rendido mais por dentro, mas um jogador como o Luan tem características de se movimentar, se mexer. Abrir espaço. E por dentro, não tendo característica de jogar de costas, o rendimento não vai ser tão bom. Ele não tem característica para jogar ali”, disse o treinador do Grêmio.

Acima do conceito de Renato sobre Luan, está outro ponto. A filosofia de jogo do ídolo e herói em 1983. É ela que fala mais alto e que deve pesar nos próximos jogos.

“Um jogador meu sempre tem que dar trabalho para os zagueiros. E só com gente dos lados, os zagueiros jogam tranquilos. Eu gosto de jogador fixo até para prender os adversários”, esclareceu.

Contra a Chapecoense, Luan já vai atuar fora da posição onde vinha jogando sob o comando de Roger Machado. Com o antigo treinador, o camisa 7 só deixava de ser escalado como referência por contingência: Miller Bolaños ou outra necessidade coletiva.

Esporte