PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Jogar clássico mineiro é novidade para grandes nomes de Cruzeiro e Atlético

Alguns destaques de Cruzeiro e Atlético jogarão o clássico pela primeira vez - Bruno Cantini/Atlético-MG
Alguns destaques de Cruzeiro e Atlético jogarão o clássico pela primeira vez Imagem: Bruno Cantini/Atlético-MG

Enrico Bruno, Thiago Fernandes e Victor Martins

Do UOL, em Belo Horizonte

18/09/2016 06h00

Cruzeiro e Atlético-MG fazem neste domingo o terceiro clássico mineiro no ano, podendo ser também o último da temporada. Em situações distintas na tabela, a força natural do maior jogo do estado ganha ainda mais proporção diante da necessidade de vitória em cada um dos lados. Dentro de campo, a maioria dos jogadores já conhece bem o que um triunfo diante do rival pode significar. Mas para alguns deles, a experiência da partida será vivida pela primeira vez.

Curiosamente, as maiores expectativas de bom futebol em cada lado ainda não sentiram o gostinho de jogar clássico mineiro. No Cruzeiro, além de Rafael Sóbis, o artilheiro Ábila retorna de suspensão e será a referência dentro da área. No Atlético, apesar de estarem no clube desde o início do ano, Erazo e Cazares também nunca enfrentaram o rival. Nos dois primeiros clássicos da temporada, ambos estavam servindo a seleção do Equador.

No Cruzeiro, outro estreante em clássicos chama a atenção. Desde que chegou ao clube, Robinho tornou-se uma das boas peças que renderam a evolução do time em campo. O meia quase enfrentou o rival no duelo de junho, mas ficou de fora na véspera da partida por causa de um problema muscular. Além do camisa 19, esta também será a primeira oportunidade para o lateral esquerdo Edimar mostrar seus serviços diante do Atlético. No lado oposto, a chance pode surgir para o jovem Ezequiel, que está de sobreaviso caso Lucas não jogue.

Na equipe de Marcelo Oliveira, Fábio Santos já havia fechado com o clube no duelo do primeiro turno, mas ainda não estava devidamente regularizado para defender a equipe (o atleta já jogou um derby estadual com a camisa do Cruzeiro). Na ocasião, o time não contou com Douglas Santos, e Patric precisou ser improvisado no lado esquerdo. Neste domingo, o venezuelano Otero também tem chances de estrear. O meia fez uma boa partida contra o Sport, mas a decisão de Marcelo em mantê-lo como titular só deverá sair nos vestiários.

A única possibilidade dos rivais voltarem a se enfrentar em campo é apenas em um encontro pela Copa do Brasil. Na situação de momento, o Cruzeiro praticamente garantiu sua vaga ao golear o Botafogo por 5 a 2 na partida de ida, enquanto o Atlético ainda está com sua vaga ameaçada depois de empatar em casa por 1 a 1 diante da Ponte Preta.

No primeiro clássico do ano, o único pelo estadual, o Cruzeiro venceu o Atlético por 1 a 0, gol de Rafael Silva. No primeiro turno deste Brasileiro, a equipe celeste voltou a triunfar dentro do Horto, agora vencendo por 3 a 2. Na ocasião, a partida marcou a estreia do atacante Fred pelo Galo, que até balançou as redes, mas não conseguiu evitar uma nova derrota diante da torcida.

Esporte