Topo

Esporte


Fred faz 100º gol no Brasileiro, Fluminense vence Goiás e dorme no G-4

Do UOL, no Rio de Janeiro

01/11/2014 21h23

O Fluminense mostrou sua força ao vencer o Goiás por 2 a 0, neste sábado, no Serra Dourada. O resultado recolocou a equipe no G-4, pelo menos até esse domingo, quando terá que secar Inter e Atlético-MG para permanecer entre os quatros que se classificam para a Libertadores. Mas quem tem ainda mais motivos para comemorar é Fred. O atacante marcou o primeiro gol da vitória (Conca definiu), o que representou o 100º em campeonatos brasileiros. O recordista é Paulo Baier, do Criciúma, com 106.

Com o resultado o Fluminense chegou aos 54 pontos e pulou três posições, passando da sexta para a terceira colocação. Já o Goiás permanece em 9º com 41 pontos, sem maiores aspirações no campeonato.

Fases do jogo: O Fluminense iniciou a partida com desenvoltura. O lado esquerdo estava muito forte. Conca e Chiquinho tinham muita liberdade e eram as melhores opções. O Goiás, por sua vez, parecia assustado e quase não ficava com a bola. Mas os donos da casa se encontraram no jogo a partir dos 20min e conseguiram levar perigo. Bruno Mineiro poderia ter aberto o placar. Ele recebeu livre dentro da área e, mesmo com Erick sozinho, preferiu chutar para o gol. E errou, para revolta dos torcedores.

O susto fez bem ao Fluminense, que voltou a acelerar o ritmo. E quando isso acontece, os adversários devem se virar para não levar gol. Mas não teve jeito. Aos 26min, Conca fez lindo passe para Jean. Ao contrário de Bruno Mineiro, o volante do Tricolor não foi fominha e rolou para o meio, onde se encontrava Fred, livre, para escorar e abrir o placar. Esse foi o centésimo gol do atacante na história do Campeonato Brasileiro.

Após abrir o placar, o Fluminense mudou a forma de jogar. Passou a se defender e esperar o Goiás para contra-atacar. Mas a partida ficou perigosa. Isso porque Erick estava motivado e tentava de tudo para deixar sua marca, mas encontrava dificuldade em ultrapassar Diego Cavalieri, que passou a ter trabalho. O atacante teve pelo menos três boas oportunidades, mas parou no goleiro tricolor.

As equipes voltaram para o segundo tempo com as mesmas formações. O Goiás não queria efetivar a derrota e partiu para cima do Fluminense, que não fazia nada além de se defender. Muito mal no jogo, Walter deu lugar a Rafael Sóbis para dar mais velocidade e encaixar um contra-ataque.

O Goiás foi para o tudo ou nada. Fez a três alterações e deixou o time mais ofensivo. O Fluminense, no entanto, não conseguia chegar mais ao gol de Renan, com todas as bolas sendo roubadas no meio de campo. O Tricolor só conseguiu levar perigo aos 33min, em cobrança de falta. Conca bateu e Wagner quase ampliou. 

O tal contra-ataque que o Fluminense tanto esperava só ocorreu aos 44min. E foi mortal. Kennedy fi lançado, tocou para Wagner que acionou Chiquinho. O volante, que jogou na lateral esquerda, rolou para Conca, sem goleiro, definir o duelo. Vitória importantíssima para o Tricolor.

O melhor: Conca – sua sobriedade com a bola é algo raro no futebol brasileiro. Com futebol simples e eficiente ele foi o grande destaque do Fluminense. O argentino destruiu a defesa do Goiás com grande passe que originou o gol marcado por Fred.

O pior: Walter – ao contrário das últimas partidas, que, mesmo sem o gol, fazia boas partidas, o atacante do Fluminense teve atuação irreconhecível, cometendo erros infantis, que não são comuns com sua atestada qualidade. Deixou a desejar.

Para lembrar:

Samuel fora: por força contratual, Samuel desfalcou o Goiás neste sábado. Isso porque o atacante pertence ao Fluminense e está emprestado ao adversário até o fim do ano.

Renan centenário: goleiro do Goiás chegou a uma importante marca na carreira. Foi a centésima partida dele com a camisa do Alviverde. Ele mostra estar seguindo os passos de Harley, a quem substituiu na temporada passada.

GOIÁS 0 X 2 FLUMINENSE

Data: 1º/11/2014 (sábado)
Horário: 19h30 (de Brasília)
Local: Serra Dourada, em Goiânia (GO)
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG)
Auxiliares: Guilherme Dias Camilo (MG) e Pablo Almeida da Costa (MG)
Cartões amarelos: Edson, Chiquinho e Diguinho (FLU)
Gols: Fred, aos 26min do primeiro tempo, e Conca, aos 44min do segundo tempo

GOIÁS
Renan; Moisés (Felipe Saturnino), Pedro Henrique, Jackson e Lima; Amaral, David (Thiago Real), Thiago Mendes e Esquerdinha; Erik e Bruno Mineiro (Murilo)
Técnico: Ricardo Drubscky

FLUMINENSE
Diego Cavalieri; Bruno, Elivélton, Guilherme Mattis e Chiquinho; Edson, Jean (Diguinho), Wagner e Conca; Walter (Rafael Sóbis) e Fred (Kennedy)
Técnico: Cristóvão Borges

Esporte