PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Santos supera pressão inicial do Palmeiras e vence clássico por 3 a 1

Do UOL, em São Paulo

19/10/2014 18h04

Mortal nos contra-ataques, o Santos conseguiu bater o Palmeiras por 3 a 1 na tarde deste domingo, em clássico realizado no Pacaembu, pelo Brasileirão. O alviverde começou melhor a partida, indo para o ataque, mas a velocidade dos jovens Lucas Lima, Geuvânio e Gabriel construiu o placar, dando muito trabalho à defesa adversária.

A vitória aproxima um pouco a equipe da Baixada do G-4: vai a 45 pontos, e mantém vivas as chances de se aproximar dos líderes do Campeonato Brasileiro. O próximo jogo é na quarta, diante do Fluminense, na Vila Belmiro.

O Palmeiras segue sem vencer um clássico na competição, mas, mesmo com a derrota, ainda não vai reviver o fantasma do rebaixamento. Com 34 pontos, segue fora da zona. O próximo compromisso, porém é pedreira: o líder Cruzeiro, em Belo Horizonte.

Fases do jogo: O Palmeiras começou bem a partida, atacando e mantendo a posse de bola. As principais jogadas de ataque saíram dos pés de Wesley e Valdivia. O Mago, aliás, estava muito bem no jogo, ajudando na marcação e participando muito na parte ofensiva.

O camisa 10 deu dois belos passes, um para Wesley, outro para Henrique. O volante bateu por cima do gol de Aranha; o atacante não conseguiu dominar e acabou perdendo a bola. O artilheiro alviverde, aliás, não estava nos seus melhores dias, e desperdiçou bons lances.

O castigo pela falta de pontaria veio no finalzinho da primeira etapa, em dose dupla: com um lindo passe em profundidade, Lucas Lima encontrou Geuvânio, que bateu cruzado e abriu o placar, aos 38 minutos. Três minutos depois, Gabriel ampliou, completando com categoria cruzamento de Mena.

Na volta para a segunda etapa, o pesadelo se repetiu: na primeira subida palmeirense no Pacaembu, o Santos encaixou outro contra-ataque mortal, com Geuvânio lançando Gabriel. 3 a 0.

O calor insuportável e o resultado quase irreversível contribuíram para que a partida perdesse velocidade. No finalzinho, Henrique, de cabeça, descontou para os mandantes, e por pouco não fez o segundo - Aranha fez grande defesa. O alviverde pressionou, mas não foi o suficiente para evitar a derrota.

O melhor: Lucas Lima (Santos) - quando o Palmeiras estava bem melhor na partida, o meia alvinegro foi extremamente decisivo. Rasgou a defesa adversária com um lindo passe, do campo de defesa, deixando Geuvânio na cara de Fernando Prass. Depois, ainda começou a jogada do segundo gol, que terminou na conclusão de Gabriel.

O pior: João Pedro (Palmeiras) - o jovem lateral direito sentiu a pressão do clássico e deu muito espaços no lado direito. Os três gols santistas saíram pelo setor. No terceiro, Lúcio também estava fora de posição, e não ajudou.

Toque dos técnicos : Dorival orientou sua equipe a jogar de forma ofensiva, trocando passes no campo de ataque. Durante parte da partida, a estratégia deu certo - o Palmeiras foi melhor. Entretanto, no final, acabou prevalecendo o plano de Enderson Moreira: em dois contra-ataques, o Santos fez dois gols. Depois, o alviverde precisou se expor ainda mais, e os visitantes mataram a partida.

Chave do jogo: contra-ataque. O time do Santos é muito rápido, e, neste domingo, foi muito preciso. Contragolpes letais, com muita velocidade, qualidade nos passes e nas finalizações. Lucas Lima, Geuvânio e Gabriel desmontaram a defesa palmeirense.

Pra lembrar:

Nervoso: Valdivia começou a partida muito irritado, reclamando com o juiz e pedindo punição aos jogadores do santos a todo momento. Levou um amarelo por reclamação logo nos primeiros minutos, e se acalmou.

Jejum: o alviverde segue sem vencer nenhum no clássico no Brasileirão 2014.

Ficou difícil... Gabriel, que jogou na vaga que costuma ser de Leandro Damião, fez dois gols e teve uma excelente atuação. Vai ser difícil para o centroavante recuperar a vaga no time.

Sem clima? Wesley foi substituído na segunda etapa, e recepcionado com uma enxurrada de insultos da torcida palmeirense no Pacaembu.

FICHA TÉCNICA

PALMEIRAS X SANTOS

Data: 19 de outubro de 2014, domingo
Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza - SP (CBF-2)
Assistentes: Rogerio Pablos Zanardo - SP (ASP-FIFA) e Vicente Romano Neto - SP (ESP-2)
Gols: Geuvânio, 38'/1T (0-1); Gabriel, 42'/1T (0-2); Gabriel, 4'/2T (0-3); Henrique, 42'/2T (1-3)
Cartões amarelos: Valdivia, Wesley, Henrique (Palmeiras) Alison, Mena, Robinho, David Braz, Geuvânio (Santos)

PALMEIRAS: Prass; João Pedro, Lúcio, Fernando Tobio e Juninho (Leandro); Victor Luís, Marcelo Oliveira, Wesley (Mazinho) e Valdivia; Cristaldo (Mouche) e Henrique
Técnico: Dorival Jr.

SANTOS: Aranha, Victor Ferraz, Edu Dracena, David Braz, Mena; Alison (Souza), Arouca, Lucas Lima (Renato); Geuvânio, Robinho e Gabriel (Rildo)
Técnico: Enderson Moreira

Esporte