PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Invasão de torcida no Bota tem briga e tentativa de agressão a jogadores

Do UOL, no Rio de Janeiro

18/10/2014 22h24

A crise no Botafogo parece não ter fim. Neste sábado, torcedores aproveitaram um portão aberto no Engenhão, invadiram o estádio e foram até os corredores dos vestiários atrás de jogadores durante o treino realizado no local.

Um vídeo gravado por botafoguenses que participaram da invasão e obtido pela reportagem mostra o tom elevado das cobranças. Nas imagens, os torcedores aparecem dentro da sala de imprensa em uma reunião com elenco (assista acima). Em certo momento, o meia Carlos Alberto fica incomodado por ser alvo da torcida e rebate.

“Só o seguinte, você não vem dar ideia errada para mim, não”, diz Carlos Alberto. “Você cala a boca”, rebate um dos líderes do grupo, iniciando a confusão generalizada.

O grupo de torcedores tenta partir para cima dos atletas e só é contido por alguns membros da comissão técnica, inclusive o treinador Vagner Mancini, que assistiam a tudo.

Cadeiras foram empurradas e alguns chegaram a subir nas mesas para tentar alcançar os jogadores.

Após alguns minutos, os líderes de atletas e jogadores conseguem conter a confusão e retomam a conversa nada amistosa.

Com salários atrasados há três meses e sem pagamentos de sete parcelas mensais de direitos de imagem, os jogadores do Botafogo têm a crise como pauta quase que diária.

Há quase duas semanas, o presidente Maurício Assumpção demitiu Emerson Sheik, Bolívar, Edilson e Júlio César sem maiores explicações e viu o quarteto criticar duramente o comando do clube.

No final desta semana, o diretor Wilson Gottardo e o goleiro Jefferson trocaram farpas através da imprensa por conta de um pedido de dispensa do goleiro após defender a seleção brasileira.

Em meio a uma turbulência que parece não ter fim, o time de General Severiano entra em campo neste domingo, em Volta Redonda, para encarar o Sport e tentar se livrar da zona cada vez mais temida do rebaixamento no Campeonato Brasileiro.

Esporte