PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Grêmio marca após 629 minutos, faz 1 a 0 e empurra Vasco para zona da degola

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

13/11/2013 21h22

Demorou, mas o Grêmio voltou a marcar. O Tricolor não fez uma grande partida, mas contou com uma cabeçada de Rhodolfo para acabar com a seca e vencer o Vasco por 1 a 0, nesta quarta-feira, na Arena, pela 34ª rodada do Brasileiro. Mantido em terceiro, o time gaúcho empurrou os cariocas para a zona de rebaixamento.

O Grêmio manteve a terceira colocação. Agora, o time azul, branco e preto chegou aos 57 pontos e voltou a vencer após sete jogos. Já o Vasco se manteve com 37 pontos, foi ultrapassada pelo Criciúma e caiu para a 17ª posição, a primeira do grupo da "degola".

O Grêmio não encontrou facilidades contra o Vasco. O time gaúcho tentou buscar o ataque logo no início e acabar com o jejum de gols que dura sete partidas entre Brasileiro e Copa do Brasil. Para isso, Renato Gaúcho optou pelo 4-4-2 com Zé Roberto. Mas as chances foram poucas.

Enquanto isso, o Vasco apostou no contra-ataque e teve uma boa chance com Edmilson, mas o atacante colocou para fora. Aos 37, Pedro Ken recebeu dentro da área e bateu cruzado, mas Dida pegou.

Sem conseguir entrar na área do Vasco, o Grêmio teve a melhor chance do primeiro tempo aos 42 minutos com Alex Telles. O lateral, no entanto, bateu para fora. Ao som de vaias, o primeiro tempo acabou com o Vasco sendo protagonista nas melhores chances.

"O time deles está bem defensivamente. Vamos ouvir as orientações do Renato para furar este bloqueio", disse o gremista Zé Roberto. "Sabemos da dificuldade de jogar aqui contra o Grêmio. Temos que trabalhar mais forte no segundo tempo para conseguir o resultado", atestou o vascaíno Fagner.

O nervosismo começava a tomar conta do Grêmio. Mas aos 6 minutos do segundo tempo, a seca acabou. Rhodolfo recebeu cruzamento de escanteio cobrado por Zé Roberto e colocou na rede de cabeça. O gol quebrou jejum de 629 minutos sem marcar.

O gol motivou o Grêmio. Barcos teve boa chance de marcar, Maxi Rodríguez entrou, mas a torcida estava impaciente. A todo momento, pedidos por Elano ecoavam na Arena. Aos 27 minutos, Pedro Ken recebeu de Cris e quase marcou. O Vasco seguia assustando.

A resposta do Grêmio veio aos 30 minutos. Barcos cruzou, Maxi escorou e Elano, que tinha acabado de entrar, colocou longe do gol perdendo chance clara de dentro da pequena área. Até o fim da partida, o Vasco tentou muito, mas não mostrou forças para empatar. Vitória do Grêmio, algo que não ocorria havia sete compromissos.

GRÊMIO 1 X 0 VASCO

Data: 13/11/2013 (quarta-feira)
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Árbitro: Francisco Carlos do Nascimento
Auxiliares: Pedro Santos de Araújo e Esdras Mariano de Lima Albuquerque
Renda: R$ 304.016,00
Público: 14.840 torcedores
Cartões amarelos:  Pedro Ken (VAS), Barcos (GRE)
Gols: Rhodolfo, do Grêmio, aos 6 minutos do segundo tempo.

GRÊMIO
Dida; Pará, Bressan, Rhodolo e Alex Telles; Ramiro, Riveros, Souza e Zé Roberto (Maxi Rodríguez); Kleber (Elano) e Barcos (Werley).
Técnico: Renato Gaúcho

VASCO
Alessandro; Renato Silva, Jomar (Willie) e Cris; Fágner, Guiñazu (Sandro Silva), Perdo Ken, Abuda e Wendell; Edmilson (André) e Marlone.
Técnico: Adilson Batista

Esporte