PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Inter aproveita fragilidade do Náutico, faz 4 a 1 e sobe para sétimo lugar

Do UOL, em Porto Alegre

13/10/2013 17h50

O Internacional tirou proveito das limitações do lanterna Náutico e voltou a vencer no Campeonato Brasileiro. Neste domingo, no estádio Centenário, o Colorado fez 4 a 1 no time pernambucano. Com sua primeira goleada no certame, o time gaúcho volta a sonhar com o G-4.

D’Alessandro, Otávio, Willians e Kleber marcaram para o Internacional. Tiago Real descontou para o Náutico. Com o triunfo, o Colorado chega aos 40 pontos e sobe para sétimo lugar. Já o Timbu fica com 17 e está virtualmente rebaixado.

A vitória em Caxias do Sul não foi tranquila. O Colorado repetiu o roteiro de suas atuações recentes e, mesmo saindo na frente, deu chances para o lanterna empatar e até virar o marcador. Mas a qualidade técnica pesou e o time dirigido pelo interino Clemer se impôs.

Logo com 2 minutos o jogo teve um lance polêmico. Maikon Leite aproveitou falha da defesa e invadiu a área. Muriel saiu e os dois se chocaram. O Náutico cobrou pênalti, mas o árbitro Emerson de Almeida Ferreira mandou seguir.

A partida tinha o Inter com mais posse de bola, mas o Náutico levando vantagem na base da velocidade contra a defesa do Colorado. Os visitantes quase marcaram em uma cobrança de falta, quando Kleber desviou de cabeça e a bola explodiu na trave direita de Muriel.

A resposta do Colorado veio com Otávio. O camisa 33 chutou de dentro da grande área e João Filipe, no chão, salvou de cabeça. Aos 16, D’Alessandro apareceu e desequilibrou. O gringo acertou um chute com efeito e, do lado da área, conseguiu acertar o ângulo direito de Ricardo Berna.

Com a vantagem no placar, o Internacional passou a ter mais superioridade. Chegou perto de ampliar o escore. Mas vacilou na defesa e voltou a encenar um roteiro já habitual. Aos 26, Tiago Real driblou Juan e Airton, chutou forte na saída de Muriel e empatou.

A igualdade deixou o Colorado nervoso. Deu coragem ao Náutico. E quase rendeu uma virada. Um minuto depois de Tiago Real marcar seu primeiro gol pelo Timbu, Maikon Leite ganhou na corrida e bateu por cima. Muriel salvou.

Antes do intervalo, mesmo mais apático e ansioso, o Inter voltou a ter vantagem. D’Alessandro encontrou Otávio e o meia acertou o ângulo esquerdo de Berna.

Na etapa final, o Inter teve Fabrício na vaga de Scocco – formando uma linha de três meias atrás de Damião, e começou pressionado. Nitidamente atrás do terceiro gol para liquidar o confronto.

A tentativa de reação do Náutico terminou aos 14 minutos. Foi quando Maranhão empurrou Kleber e Juan. Cartão vermelho direto. Com um a mais, o Colorado conseguiu marcar 3 a 1. Willians, na frente da área, chutou rasteiro. Aos 36, Leandro Damião tentou de primeira e furou em bola. Kleber veio logo atrás e encheu o pé para fechar o placar: 4 a 1.

INTERNACIONAL 4 X 1 NÁUTICO

Data: 13/10/2013 (domingo)
Local: estádio Centenário, em Caxias do Sul (RS)
Árbitro: Emerson de Almeida Ferreira
Auxiliares: Eberval Lodetti e Gean Carlos Menezes de Oliveira
Cartões amarelos: Otávio, Fabrício, Gabriel e Kleber (INT);
Cartão vermelho: Maranhão (NAU)
Gols: D'Alessandro, aos 16 minutos; Tiago Real, aos 26 minutos e Otávio, aos 45 minutos do primeiro tempo. Willians, aos 24 minutos; Kleber, aos 36 minutos do segundo tempo.

Internacional
Muriel; Gabriel, Jackson, Juan e Kleber; Airton (João Afonso), Willians, D’Alessandro e Otávio (Caio); Scocco (Fabrício) e Leandro Damião
Técnico: Clemer

Náutico
Ricardo Berna; Maranhão, João Filipe, Willian e Bruno Collaço; Derley, Elicarlos, Martinez e Tiago Real (Diego Moralez); Maikon Leite (Marcos Vinicius) e Olivera (Hugo)
Técnico: Marcelo Martelotte

Esporte