PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Criciúma vence Vasco, quebra escrita de 9 anos e mantém rival na degola

Do UOL, no Rio de Janeiro

13/10/2013 17h56

Em duelo direto contra o rebaixamento, o Criciúma levou a melhor sobre o Vasco e venceu no Heriberto Hulse por 3 a 2 na tarde deste domingo, pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro. O time catarinense voltou a vencer o Cruzmaltino após nove anos com gols de Lins e Wellington Paulista (duas vezes). Marlone e André marcaram para os visitantes.

Mesmo com a vitória, o Criciúma não deixa a zona de rebaixamento. A equipe, no entanto, agora é a primeira dentro da degola, na 17ª posição. O time catarinense ultrapassou o próprio Vasco pelo critério de desempate, já que tem uma vitória a mais que o adversário deste domingo, nove. Os dois clubes tem 32 pontos.

O Criciúma não vencia o Vasco desde 2004. Na ocasião, o time de Santa Catarina bateu o Cruzmaltino também no Heriberto Hulse por 1 a 0, pelo Campeonato Brasileiro daquela temporada. Nestes nove anos, as duas equipes se enfrentaram cinco vezes, com quatro triunfos da equipe carioca e um empate.

Mesmo com as duas equipes precisando da vitória na luta contra o rebaixamento, o jogo começou bastante morno no Heriberto Hulse. Vasco e Criciúma tinham muitas dificuldades em criar jogadas e apostavam nas ligações diretas e bolas alçadas na área para tentar levar perigo ao adversário.

O futebol truncado reduzia os lances de perigo às bolas aéreas. Aos 13min, Wellington Paulista cabeceou para boa defesa de Diogo Silva. O gol do Criciúma sairia três minutos depois, em cobrança de falta de Ricardinho que desviou na barreira e sobrou limpa para o mesmo Wellington Paulista apenas completar para o gol.

A resposta do Vasco bem rápido. Aos 19min, Marlone aproveitou falha coletiva da zaga do Criciúma e empatou o placar no Heriberto Hulse. Em um jogo sem grandes lances de perigo, os times mostravam oportunismo dentro de campo.

A tônica se repetiria na próxima jogada mais aguda da partida: aos 23min, Lins arriscou de fora da área e contou com o desvio de Renato Silva para recolocar o Criciúma na liderança do marcador do confronto. Mesmo com os três gols, o confronto seguiria relativamente morno até o intervalo graças às dificuldades na armação de jogadas das duas equipes.

O segundo tempo começou parecido com a etapa inicial. Em mais um lance de bola parada, o Vasco conseguiria empatar novamente o marcador nos primeiros minutos. Aos 4min, a bola tocou no braço de Matheus Ferras e o árbitro assinalou pênalti.

Na cobrança, André deslocou Gallato e deixou tudo igual no Heriberto Hulse. A resposta do Criciúma viria rápida e na mesma moeda: de pênalti, aos 9min, Wellington Paulista retomou a liderança para o time da casa.

A situação ficaria ainda mais complicada para o Vasco em poucos minutos. Aos 16min, Willie, que havia entrado no lugar de Francismar no intervalo, foi expulso após reclamar com o árbitro André Luiz de Freitas Castro do cartão amarelo que tinha acabado de receber.

Com um a mais, o Criciúma cresceu ainda mais na partida e levou muito perigo aos 24min, quando Lins chegou a balançar as redes, mas teve seu gol anulado por impedimento. O Vasco não desistia e Dorival chegou a lançar mais um atacante na partida, Reginaldo, mas o time tinha dificuldades para ameaçar os donos da casa.

Os visitantes não se entregavam, mas o Criciúma controlava a partida com relativa tranquilidade no Heriberto Hulse, aos gritos de "olé" de sua torcida. O duelo seguiu nesta tônica até o apito final do árbitro André Luiz  de Freitas Castro, decretando o triunfo do time da casa.

CRICIÚMA 3 X 2 VASCO

Data: 13/10/2013 (domingo)
Local: Heriberto Hulse, em Criciúma (SC)
Árbitro: André Luiz de Freitas Castro
Auxiliares: Cristhian Passos Sorence e Guilherme Dias Camilo
Renda: R$ 233.640,00
Público: 13.246 presentes
Cartões amarelos:  Elton, Sueliton, Matheus Ferraz, Daniel Carvalho (CRI); Diogo Silva, Willie, Cris (VAS)
Cartão vermelho: Willie (VAS)
Gols: Wellington Paulista, aos 16min, Marlone, aos 19min, e Sueliton, aos 23min do primeiro tempo; André, aos 4min, Wellington Paulista, aos 9min do segundo tempo

CRICIÚMA
Galatto, Sueliton (Ezequiel), Matheus Ferraz, Fábio Ferreira e Marlon; Serginho, Ricardinho, Elton (Henik) e Morais (Daniel Carvalho); Lins e Wellington Paulista
Técnico: Argel Fucks

VASCO
Diogo Silva, Fágner, Cris, Renato Silva e Henrique; Pedro Ken, Fillipe Soutto, Jhon Cley (Reginaldo) e Marlone; Francismar (Willie) e André
Técnico: Dorival Júnior

Esporte