PUBLICIDADE
Topo

Esporte

"Agora temos comandante", desabafa Rogério Ceni

Rogério Ceni abraça Pauto Autuori após o clássico contra o Corinthians - Junior Lago/UOL
Rogério Ceni abraça Pauto Autuori após o clássico contra o Corinthians Imagem: Junior Lago/UOL

Mauricio Duarte

Do UOL, em São Paulo

29/07/2013 18h47

Capitão do time do São Paulo, o goleiro Rogério Ceni elogiou o novo técnico Paulo Autuori e aproveitou a oportunidade para alfinetar Ney Franco. “Agora eu vejo que existe uma pessoa à frente que exerce uma liderança. Um cara justo, correto, um grande profissional que está tentando resgatar algo que perdemos. Quando você tem alguém no comando, tudo fica mais fácil”, disse no embarque da equipe para a excursão internacional.

Ceni comentou também as mudanças que o técnico fez para a partida contra o Corinthians, no último domingo. Paulo Henrique ganso ficou no banco e entrou Fabrício. Além disso, o zagueiro Lúcio foi afastado e Paulo Miranda entrou na zaga. “Não acho que apenas a saída de um ou outro é que faz a diferença, mas o grupo está se aproximando do que deve ser. Jogamos com alma e coração contra o Corinthians. Faltou qualidade ofensiva”, comentou.

Curiosamente, o volante Fabrício também desabafou contra Ney Franco. Ele foi afastado pelo ex-comandante e reintegrado ao grupo por Autuori. “A saída do Ney Franco foi o presente de aniversário. Eu sei que ele não gosta de mim e eu também não gosto dele", disse o jogador.

A excursão do São Paulo começa na Alemanha, onde o time disputa a Copa Audi, contra Bayern de Munique, Milan e Manchester City. Depois, o desafio é em Portugal. Lá, no dia 3, a equipe joga a Eusébio Cup contra o Benfica. A última parada é no Japão, quando Rogério Ceni e companhia encaram, no dia 7, o Kashima Antlers, pela Copa Suruga.

Esporte