UOL Esporte Brasileirão - Série A
 
Ricardo Nogueira/Folhapress

Jogadores do Palmeiras comemoram o gol de Tinga na partida contra o Goiás

30/10/2010 - 20h30

Com fim eletrizante, Palmeiras afunda Goiás e vence no Brasileiro após 23 dias

Alexandre Sinato
Em Barueri (SP)

Com direito a um final eletrizante (quatro gols em dez minutos), o Palmeiras estreou seu novo terceiro uniforme com um bom resultado na noite deste sábado. A equipe voltou a vencer no Brasileiro ao superar o Goiás por 3 a 2, em duelo realizado na Arena Barueri, e encerrou o jejum de três rodadas e 23 dias sem triunfar no campeonato. Tinga, Márcio Araújo e Dinei fizeram os gols dos anfitriões. Jones e Everton Santos descontaram para a equipe goiana, cada vez mais ameaçada pelo rebaixamento.

O time de Luiz Felipe Scolari não vencia no Nacional desde o dia 7 de outubro, quando bateu o Avaí por 4 a 1. Depois disso, empatou com Botafogo e Ceará e perdeu o clássico para o Corinthians. Com o resultado, o Palmeiras chegou aos 47 pontos e segue no bolo intermediário que ainda briga por vaga na Libertadores.

A partida marcou a estreia do terceiro uniforme palmeirense. A nova camisa tem largas faixas horizontais em tons de verde (claro e escuro). O duelo também foi marcado por um protesto de jornalistas contra Felipão. Eles usaram narizes de palhaço na chegada do técnico, em referências ao termo grosseiro utilizado pelo comandante durante o semana.

Mas quem deixou a Arena Barueri cheio de preocupação foi o Goiás. O time dirigido por Jorginho permanece com 31 pontos e vê a ameaça da Série B crescer cada vez mais, restando agora seis rodadas para o fim do Brasileiro.

PRINCIPAIS LANCES

PRIMEIRO TEMPO
21min - GOOOOOLLLLL DO PALMEIRAS!!! Tinga faz boa jogada pela direita, leva a bola para o meio e chuta de esquerda, contando com desvio no meio do caminho para abrir o placar em Barueri.
23min - Kléber rouba no meio, avança e toca na área para Lincoln, que erra o drible e perde ótima oportunidade de fazer o segundo do Palmeiras.
32min - Harlei se estica todo e evita gol em falta cobrada muito bem por Lincoln.
37min - Felipe cruza da esquerda e Douglas por pouco não completa para o gol. A defesa alviverde fica só olhando e torcendo para a bola sair.
SEGUNDO TEMPO
2min - Amaral aparece atrás de Danilo e, sem marcação, perde ótima chance ao cabecear na direção de Deola.
30min - Kleber rouba a bola e toca no meio para Lincoln, que prefere o chute (errado) em vez de servir Luan, totalmente sozinho na área.
35min - GOOOOOOOLLLLLL DO PALMEIRAS!!! Márcio Araújo recebe passe de Lincoln, domina na entrada da área e bate colocado no canto direito para ampliar o placar: 2 a 0.
38min - GOOOOOOOLLLLLL DO GOIÁS!!! Jones aparece livre na área, nas costa da defesa, e desvia de cabeça para o gol. Deola tira já de dentro do gol e Carlos Alberto ainda aparece no rebote para empurrar para as redes.
41min - GOOOOOOOLLLLLL DO PALMEIRAS!!! Dinei desvia a bola de cabeça após cruzamento da esquerda e acerta o canto do gol de Harlei.
44min - GOOOOOOOLLLLLL DO GOIÁS!!! Rafael Moura domina a bola dentro da área e chuta rasteiro para a defesa de Deola. No rebote, Éverton Santos aparece sozinho para diminuir o placar.

O Palmeiras mandou no jogo durante o primeiro tempo. Com uma marcação adiantada e aproveitando-se da postura defensiva do rival, o time paulista manteve a bola no campo de ataque. É verdade que as dificuldades foram grandes no começo. Os jogadores mais avançados sofreram com a marcação dura dos goianos.

Tanto é que Harlei teve pouco trabalho. E nada pôde fazer aos 21min, quando Tinga apostou em jogada individual pela direita, puxou para o meio e bateu de esquerda para fazer 1 a 0. A bola desviou e acabou com qualquer chance de reação do goleiro do Goiás.

No entanto, as principais jogadas palmeirenses saíram pela esquerda. Kleber e Luan chegaram a atuar do mesmo lado, setor onde o Goiás teve três jogadores advertidos com cartões amarelos antes do intervalo. Lincoln também apareceu com frequência próximo ao gol do Goiás, mas não aproveitou as duas chances que teve: uma criada por Kleber e outra em cobrança de falta que Harlei afastou.

O Goiás percebeu que não poderia ficar tão recuado e passou a se riscar mais. Douglas e Amaral assustaram Deola. O problema foi o excesso de passes errados. “Precisamos ter mais atitude, pois estamos perdendo e esse resultado não serve”, alertou Felipe.

Luan ainda teve a última chance do primeiro tempo, mas seu chute saiu muito cruzado e Tinga não aproveitou. Depois do intervalo, o Goiás decidiu ir mais para o ataque. A nova postura quase surtiu efeito logo aos 2min, mas Amaral cabeceou sobre Deola, autor de outra boa defesa pouco depois.

O Palmeiras logo equilibrou a partida, mas passou a abusar dos erros. As finalizações erradas se repetiram. Kléber e Márcio Araújo falharam feio. Lincoln foi “fominha” e também desperdiçou boa jogada. Foi quando começou a enxurrada de gols. Márcio Araújo se redimiu aos 35min, quando recebeu de Lincoln e finalizou de esquerda: 2 a 0.

O Goiás se esforçou para reagir e descontou em cabeçada de Jones. A resposta do Palmeiras foi de Dinei, substituto de Kleber. Ele aproveitou cruzamento de Luan e cabeceou para o fundo das redes. 3 a 1 para os paulistas. O Goiás não se entregou e ainda fez o segundo com Everton Santos, em posição duvidosa, aos 44min. A reação, contudo, parou por aí, para desespero do time do Centro-Oeste.

Ficha da Partida

Palmeiras Palmeiras Técnico: Luiz Felipe Scolari
22. Deola
8. Márcio Araújo
23. Danilo
4. Fabrício
34. Gabriel Silva
3. Edinho
5. Pierre
17. Tinga
99. Lincoln
40. Patrik
21. Luan
30. Kléber
29. Dinei
3 2
Goiás Goiás Técnico: Jorginho
1. Harlei
2. Douglas
14. Carlos Alberto
3. Rafael Tolói
4. Ernando
6. Wellington Saci
5. Jonílson
17. Éverton Santos
7. Amaral
8. Wellington Monteiro
10. Bernardo
16. Jones
9. Rafael Moura
11. Felipe

Data: 30/10/2010 - 18h30

Local: Arena Barueri

Árbitro: Djalma José Beltrami

Auxiliares: Altemir Hausmann e João Coelho de Albuquerque

Público: 5.811

Renda: R$ 136.815,00

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host