UOL Esporte Futebol
 

Rafael Andrade/Folha Imagem

Flamengo vê São Paulo tropeçar, mas fica no 0 a 0 e desperdiça chance de liderar

22/11/2009 - 21h32

Fla não aproveita "brecha" do São Paulo, empata com o Goiás e desperdiça chance

Do UOL Esporte
No Rio de Janeiro
O Maracanã estava lindo, com quase 84 mil torcedores. O Flamengo tinha tudo para encerrar a 36ª rodada do Campeonato Brasileiro na liderança. Porém, com o empate em 0 a 0 com o Goiás, na noite deste domingo, o Rubro-Negro não ultrapassou o São Paulo, que foi derrotado pelo Botafogo por 3 a 2, no Engenhão, e continua na segunda posição, com 61 pontos, um a menos que o Tricolor paulista.

Na próxima rodada, o Flamengo vai até São Paulo enfrentar o Corinthians, no Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas. Já o Goiás recebe o São Paulo, no Serra Dourada, em Goiânia. As duas partidas serão realizadas no outro domingo, dia 29, às 17h (horário de Brasília).

"Ouvi que o Goiás iria receber R$ 300 mil do São Paulo. Mas faz parte. Tem que dar mesmo. Eu não aceitaria no Flamengo porque já sou pago para defender o clube", disse Ronaldo Angelim.

PRINCIPAIS LANCES DO JOGO
PRIMEIRO TEMPO
18min - Fernandão recebe ótimo passe de Iarley, domina a bola no peito e chuta para a grande defesa de Bruno.
21min - Petkovic cobra falta e a bola "tira tinta" da trave direita de Harlei, que fica apenas olhando e torcendo.
37min - Juan arrisca de longe, Harlei cai bem no canto esquerdo e pega a bola.
41min - Contra-ataque do Goiás. Fernandão toca para Iarley, que rola para Léo Lima. O meia chuta para uma defesa fantástica de Bruno.
SEGUNDO TEMPO
2min - Willians ganha a bola na dividida com Fernando e chuta para a boa defesa de Harlei.
10min - Juan ganha a jogada pela esquerda e toca para Petkovic. O sérvio chuta com endereço certo, mas Rafael Tolói entra na frente da bola e salva o Goiás.
19min - Petkovic centra da esquerda, a bola chega até Adriano, que domina e manda no cantinho esquerdo. Harlei cai e faz uma boa defesa.
35min - Fierro recebe pela direita e cruza para Adriano. Porém, antes do atacante do Flamengo, Leandro Euzébio corta e manda a bola para escanteio.
40min - Ronaldo Angelim dá uma de atacante e, dentro da área, chuta para a boa defesa de Harlei.
PÁGINA DO FLAMENGO
PÁGINA DO GOIÁS
PÁGINA DO BRASILEIRO
"O Ronaldo pode ser denunciado por calúnia. Falou besteira. Ele é meu conterrâneo, meu amigo. Por isso, não vou esquentar a cabeça. Vai ficar uma merda grande fazer acusação de mala branca. Já tem uma merda grande lá em Barueri. Ele tem que pedir desculpa. Os profissionais ganham bem aqui no Goiás e o salário é digno", respondeu Iarley.

Com a derrota do São Paulo, o Flamengo precisava apenas de uma vitória simples sobre o Goiás para terminar a rodada na liderança do Brasileiro. A festa estava pronta para ser perfeita, com o Maracanã lotado e um belo mosaico protagonizado pelos torcedores rubro-negros.

Porém, quando a bola rolou, o que se viu foi o Goiás melhor organizado, com o Flamengo errando muitos passes. O time esmeraldino criou as melhores chances do primeiro tempo, transformando o goleiro Bruno como um dos destaques.

O Flamengo, por sua vez, teve lampejos. O lance mais perigoso aconteceu numa falta batida por Petkovic, que passou raspando ao gol de Harlei. Na saída para o intervalo, a torcida rubro-negra pediu raça aos jogadores.

O segundo tempo começou com o Flamengo errando menos passes que a primeira etapa. Porém, como precisava da vitória, começou a dar espaço para os contra-ataques do Goiás, sempre perigosos. O jogo ficou emocionante.

Com o passar do tempo, o Flamengo, que precisava da vitória a qualquer custo, partiu para cima do Goiás. Porém, a ansiedade passou a tomar conta dos jogadores. A torcida tentava empurrar o time, mas dava sinais também de apreensão com o placar de 0 a 0.

ANÁLISE DE JUCA KFOURI
Juca
"Um lindo mosaico anunciou:"A maior torcida do mundo faz a diferença". Pois deveria mesmo ter feito. Mas não fez"
BLOG DO JUCA KFOURI
Para mudar o panorama da partida, o técnico Andrade, que já tinha colocado Kléberson na vaga de Willians, botou Fierro e Bruno Mezenga, nos lugares de Petkovic e Zé Roberto, respectivamente. O objetivo era dar "sangue novo" ao time.

A pressão continuou até o fim, mas o Goiás soube se segurar e garantiu o 0 a 0. Resta agora, o Flamengo torcer também para o time esmeraldino tirar pontos do São Paulo, no outro domingo, no Serra Dourada.

FLAMENGO 0 x 0 GOIÁS

Flamengo
Bruno; Leonardo Moura, Álvaro, Ronaldo Angelim e Juan; Aírton, Toró, Willians (Kléberson) e Petkovic (Fierro); Zé Roberto (Bruno Mezenga) e Adriano.
Técnico: Andrade

Goiás
Harlei; Ernando, Leandro Euzébio e Rafael Tolói: Vítor, Fernando, Rithelly (Amaral), Léo Lima (Júlio César) e Douglas; Iarley e Fernandão (Felipe).
Técnico: Hélio dos Anjos

Data: 22/11/2009 (domingo)
Local: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (Fifa-RS)
Auxiliares: Roberto Braatz (Fifa-PR) e Carlos Berkenbrock (SC)
Público: 78.639 (pagantes) e 83.489 (presentes)
Renda: R$ 1.470.905,00
Cartões amarelos: Rithelly e Leandro Euzébio (Goiás).

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host