UOL Esporte Futebol
 

Buda Mendes

Fred impediu Palmeiras de reassumir o topo e ampliou série invicta do Flu

08/11/2009 - 18h02

Flu vence o Palmeiras, "respira" na degola e mantém São Paulo na ponta

Do UOL Esporte
Em São Paulo
O Fluminense segue na zona de rebaixamento, deve salários para boa parte do elenco há pelo menos três meses, mas deu mais uma prova de que tenta se livrar da degola. Pior para o Palmeiras, derrotado neste domingo, 1 a 0, no Maracanã, resultado que o impediu de reassumir a liderança roubada pelo São Paulo no início da rodada.

Derrotado, o Palmeiras deixou o campo revoltado com o árbitro Carlos Eugenio Simon, que invalidou gol de Obina, marcado no primeiro tempo. O revés no Rio realçou a fase irregular do Palmeiras.

Dos últimos 21 pontos disputados no Campeonato Brasileiro, a equipe do Parque Antarctica somou apenas cinco pontos. Com 58 pontos, o time fica um ponto atrás do São Paulo.

Apesar de ameaçado de queda, o Fluminense completa sete jogos de invencibilidade no Brasileirão, somando 36 pontos. São quatro vitórias e três empates. A jornada do Flu foi perfeita. Os concorrentes Santo André, Náutico e Sport perderam na rodada.

O forte calor no Rio de Janeiro - mais de 30 graus às 16 horas - influiu no rendimento da partida, sobretudo no primeiro tempo. Somada à grande dimensão do estádio, as duas equipes evitaram correria no começo de jogo.

PRINCIPAIS LANCES
PRIMEIRO TEMPO
3min - Fred corta Maurício e arrisca de perna esquerda de fora da área. Bruno defende.
24min - Mariano avança livre, mas chuta sem direção a gol.
36min - Figueroa invade a área e chuta cruzado. Bola passa próxima à trave.
38min - Dieguinho arranca pelo lado esquerdo e chuta cruzado, rasteiro. Bruno toca na bola, mandando para escanteio.
40min - Lançamento na área, Gum desvia e Dalton cabeceia com muito perigo! A bola sai à esquerda de Bruno!
SEGUNDO TEMPO
15min - GOOOOOL DO FLUMINENSE Conca cobra escanteio. Fred nem pula para cabecear e marcar!
19min - Vagner Love recebe cruzamento da direita e, na segunda trave, cabeceia prensado, para fora.
33min - Figueroa manda para o meio da área e, após bate-e-rebate, Digão afasta o perigo
CLASSIFICAÇÃO INTERATIVA
MAIS SOBRE O FLUMINENSE
MAIS SOBRE O PALMEIRAS
Aos 22 min, o árbitro Carlos Eugênio Simon decidiu interromper o jogo para uma parada técnica. O próprio juiz seguiu rapidamente à lateral do campo para se hidratar.

Na primeira grande chance de jogo, Obina marcou de cabeça, aos 28 da etapa inicial. Simon, entretanto, invalidou o gol do palmeirense, alegando que Obina segurou o ombro de Maicon com o braço esquerdo dentro da área. A anulação do gol surpreendeu Obina, que negou ter feito falta.

Mesmo com o gol anulado, o Palmeiras passou a criar mais jogadas no ataque. O Fluminense reequilibrou o jogo pouco depois, ameaçando com Dieguinho e Fred. No final do primeiro tempo, o Flu já sufocava o Palmeiras. As finalizações do time carioca, porém, não acertavam a meta de Bruno.

Fluminense e Palmeiras mantiveram a postura tática no começo do segundo tempo. Cuca e Muricy não fizeram mudanças no intervalo.

Bem marcado, Diego Souza seguia apagado durante a etapa complementar.

Já Fred justificou o status de homem-gol do Fluminense. Quando o jogo caía de produção, o Fluminense conseguiu escanteio. Na cobrança de Conca, Fred cabeceou sem marcação, abrindo o marcador, aos 15 min da segunda etapa.

ANÁLISE DE NETO
Neto
"Está certo que Simon errou ao anular o gol do Obina"
BLOG DO NETO
Perdendo, Muricy Ramalho decidiu mudar o esquema de jogo. Robert entrou no lugar de Obina. Sacconi substituiu Marcão. Apesar da melhora ofensiva, o Palmeiras seguia sem criatividade no ataque. O time paulista sentia a ausência do meia Cleiton Xavier, lesionado.

O Fluminense administrava a vantagem. Cansado, Fred controlava o jogo, explorando a velocidade de Tartá.

Nos minutos finais, o Palmeiras se aventurou no ataque, insistindo nas jogadas pelo alto. Os zagueiros Maurício e Danilo foram liberados para tentar o empate na área.

ANÁLISE DE JUCA KFOURI
Juca
"O Fluminense está fazendo um milagre e já é o primeiro dos últimos"
BLOG DO JUCA KFOURI
A equipe paulista fez outra reclamação da arbitragem, pedindo advertência a Alan, que deu cabeçada em Armero, atendido pelo médico do clube com um corte no rosto. O colombiano voltou ao campo com a cabeça enfaixada.

FLUMINENSE 1 X 0 PALMEIRAS

Fluminense
Rafael; Gum, Dalton e Digão; Mariano, Diogo, Diguinho, Conca (Equi Gonzalez) e Dieguinho (Tartá); Maicon (Alan) e Fred
Técnico: Cuca

Palmeiras
Bruno; Danilo, Maurício e Marcão (Deyvid Sacconi); Figueroa (Wendel), Sandro Silva, Souza, Diego Souza e Armero; Obina (Robert) e Vagner Love
Técnico: Muricy Ramalho

Data: 08/11/2009 (domingo)
Local: estádio Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Carlos Eugênio Simon (RS)
Auxiliares: José Antonio Chaves Filho (RS) e Marcelo Bertanha Barison (ambos RS)
Cartões amarelos: Vagner Love (PAL), Diguinho e Conca (FLU)
Cartão vermelho:
Gols: Fred, aos 15 min do segundo tempo

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host