UOL Esporte Futebol
 

NARIO BARBOSA/AE

Logo no primeiro minuto de jogo, o Santo André marcou o gol da vitória

03/10/2009 - 20h27

Com gol-relâmpago, Santo André bate o Vitória e escapa do rebolo

Do UOL Esporte
Em Salvador

ASSISTA AO GOL DA PARTIDA NO ABC

Com um gol marcado por Nunes aos 40 segundos de jogo, o Santo André derrotou o Vitória por 1 a 0 e deixou a zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro da Série A.

Com o resultado, a equipe do ABC Paulista foi a 28 pontos ganhos e não pode ser alcançada nesta rodada por Náutico, que foi derrotado para o São Paulo na quarta-feira e permanece com 26 pontos, Botafogo, que soma 25 mas ficará atrás do Santo André no número de vitórias, além de Sport, com 23, e Fluminense (21).

Já o Vitória, teve a série invicta de cinco partidas interrompida e perdeu a chance de encostar no G-4. O time rubro-negro segue em sétimo lugar, com 39 pontos, mas pode perder duas posições no complemento da rodada, neste domingo.

PRINCIPAIS LANCES DO JOGO

PRIMEIRO TEMPO
40seg - GOOOOOLLLLL DO SANTO ANDRÈ!!! Marcelinho cruza na medida para Nunes. O atacante cabeceia com precisão e abre o marcador.
7min - Nunes cruza para Júnior Dutra. O meia chega de primeira e bate forte, mas o goleiro Gléguer faz uma bela defesa e impede o segundo gol do time paulista.
19min- Roger toca para Neto Berola que bate forte, mas o goleiro Neneca fez uma bela defesa e coloca a bola para escanteio.
30min - Cartão vermelho! Neto Berola dividiu com força excessiva, o Ávine valoriza e o árbitro Paulo Henrique Bezerra expulsa o atacante rubro-negro.
38min - Cartão vermelho! Nunes tromba no alto com Marco Aurélio e o árbitro interpreta o lance como cotovelada e mostrou o cartão vermelho para o jogador do Santo André.
SEGUNDO TEMPO
7min - Junior Dutra faz boa jogada, fazendo fila na defesa do Vitória, mas coloca para a linha de fundo.
24min -Leandro Domingues faz boa jogada e bate forte, mas o goleiro Neneca faz uma bela defesa. No rebote, Roger acaba desperdiçando grande oportunidade de empatar a partida.
26min - Leandro Domingues faz boa jogada e chuta da meia lua chutando a bola, que passa perto do gol de Neneca.
32minCezinha invade a área tenta driblar o zagueiro Fábio Ferreira, mas acaba sendo impedido pelo jogador do Vitória. Os jogadores do Santo André reclamam pênalti, mas o juiz manda o jogo seguir.
PÁGINA DO SANTO ANDRÉ
PÁGINA DO VITÓRIA
PÁGINA DA SÉRIE A
As duas equipes voltam a campo na quarta-feira. O Santo André vai até a Arena Barueri, onde enfrenta o Barueri, às 19h30. Já o Vitória, recebe o Flamengo, às 21h50, no Barradão.

O Vitória não teve tempo nem de respirar. Logo no primeiro lance do jogo, Marcelinho Carioca cruzou a bola na área, Marco Aurélio deu espaço para Nunes, que mandou de cabeça para o fundo das redes de Gléguer.

Atordoado, o Vitória quase sofreu o segundo gol aos 7min, quando Nunes cruzou para Júnior Dutra bater de primeira. Desta vez, porém, Gléguer fez uma bela defesa e mandou para escanteio.

O Vitória só conseguiu acordar em campo a partir dos 19min, quando Roger tocou para Neto Berola bater forte e obrigar Neneca a se esticar todo para mandar a bola a escanteio.

Aos 30min, quando os visitantes dominavam o jogo, Neto Berola dividiu com força excessiva, o ex-tricolor Ávine valorizou e o árbitro Paulo Henrique Bezerra expulsou o atacante rubro-negro.

Os anfitriões não tiveram tempo para aproveitar a vantagem numérica, pois, aos 38min, Nunes trombou com Marco Aurélio pelo alto e o árbitro interpretou o lance como cotovelada e mostrou o cartão vermelho para o jogador do Santo André.

"Foi um primeiro tempo atípico, pois tomamos um gol no primeiro minuto num vacilo total da defesa. A gente tem chance de empatar no segundo tempo desde que consigamos dar uma arrumadinha no time e os jogadores não saiam de campo reclamando do árbitro, que ele é fraco", ironizou o técnico Vágner Mancini, antes de descer para o vestiário, no intervalo da partida.

Mancini não mexeu no time e quem voltou melhor foi o Santo André. Aos 7min, Júnior Dutra faz fila na entrada da área do Vitória, invadiu a área, mas chutou para fora e por pouco não marcou um golaço.

Logo na sequência, Mancini fez uma alteração ousada: tirou o zagueiro Marco Aurélio e colocou o meia Gláucio em campo, recuando o volante Uelliton para a defesa.

ANÁLISE DE JUCA KFOURI
Juca
"E o Santo André saiu da Zona de rebaixamento, com gol de Nunes"
BLOG DO JUCA KFOURI
Aos poucos, o Vitória voltou a reequilibrar a partida. E só não empatou aos 24min graças ao goleiro Neneca, que salvou o Santo André duas vezes, em chutes à queima-roupa disparados por Leandro Domingues e Roger.

Aos 30min,outro lance polêmico. Cesinha invadiu a área, trombou com Fábio Ferreira e caiu pedindo pênalti. O árbitro nada marcou. Não fez falta. O Vitória não teve forças para buscar o empate e amargou a primeira derrota no Brasileirão desde 22 de agosto, quando foi derrotado por 2 a 0 para o Sport.

Santo André 1 x 0 Vitória

Santo André:
Neneca; Cicinho, Cesinha, Cris e Ávine; Marcel, Ricardo Conceição, Marcelinho Carioca (Eduardo Ratinho) e Júnior Dutra (Rômulo); Rodrigo Fabri (Leandrinho) e Nunes.
Técnico: Sérgio Soares

Vitória:
Gléguer; Apodi, Marco Aurélio (Gláucio), Fábio Ferreira e Leandro; Vanderson (Carlos Alberto), Uelliton, Elkeson (Leandrão) e Leandro Domingues; Neto Berola e Roger.
Técnico: Vágner Mancini

Data: 03/10/2009 (sábado)
Local: Estádio Bruno José Daniel, em Santo André
Público: 1.701 pagantes
Renda: R$ 21.310,00
Árbitro: Paulo Henrique Bezerra (SC)
Auxiliares: Luis Alberto Kallenberger (SC) e Angelo Rudima Bechi (SC)
Cartões amarelos: Vanderson, Uelliton (V); Nunes, Cesinha, Cris, Júnior Dutra (SA)
Cartões vermelhos: Neto Berola (V); Nunes (SA)
Gols: Nunes, aos 40 segundos do primeiro tempo

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host