UOL Esporte Futebol
 

Vipcomm/Divulgação

Hernanes e Jorge Wagner comemoram gol do São Paulo na vitória contra o Náutico

27/06/2009 - 18h05

Na estreia de Gomes, São Paulo vence Náutico na bola parada de Hernanes

Do UOL Esporte
Em São Paulo
O técnico Ricardo Gomes fez a sua estreia pelo São Paulo no duelo contra o Náutico, neste sábado, no Morumbi. Mas o que decidiu a partida foi a bola parada, justamente a principal jogada da era do antecessor Muricy Ramalho. Duas cobranças de falta de Hernanes definiram a vitória por 2 a 0 que melhorou a situação da equipe tricolor no Campeonato Brasileiro.

"O peso das costas já tinha saído faz tempo. Depois do jogo contra o Avaí, eu já estava esperando uma oportunidade. Fico muito feliz em voltar a ser titular. O Ricardo Gomes acreditou o meu trabalho. Antes, a bola não queria entrar e, por isso, vivíamos uma fase complicada. Mas esse resultado representa o início de uma nova etapa", destacou Hernanes ao Sportv após o final da partida.

Com a vitória, o São Paulo subiu sete posições na tabela de classificação da competição e agora ocupa o nono posto, com 10 pontos. O Náutico, por sua vez, caiu um lugar e passou para a 13ª colocação, com oito pontos.

O São Paulo volta a jogar pelo Campeonato Brasileiro no próximo domingo, quando encara o Coritiba, fora de casa. Já o Náutico recebe o Internacional no estádio dos Aflitos, também no domingo, no Recife.

PRINCIPAIS LANCES
PRIMEIRO TEMPO
20min - Jhonny faz bela jogada individual e a bola sobra para Aílton, que solta a bomba. A bola passa por cima da trave de Denis.
24min - Washington recebe livre na direita, ganha de Gladstone na corrida, mas chuta na rede pelo lado de fora.
32min - Borges arrisca de longe e a bola bate na trave de Eduardo. No rebote, o São Paulo arma outro ataque e Júnior César chuta com perigo.
39min - Gilmar cruza da direita para Asprilla que, livre, cabeceia por cima do gol de Denis.
SEGUNDO TEMPO
1min - GOOOOOOOOOOL DO SÃO PAULO!!!!!!! Hernanes bate falta da direita e Jean Rolt marca de cabeça.
18min - Gilmar bate a falta da esquerda. A bola faz uma curva e desvia na trave antes de sair pela linha de fundo.
29min - Gilmar avança pela esquerda e arrisca o chute sem ângulo. A bola bate na trave de Denis.
41min - GOOOOOOOL DO SÃO PAULO!!!!!! Hernanes bate falta, a bola desvia na zaga e engana o goleiro Eduardo.
43min - Borges faz bela jogada individual, corta o zagueiro e chuta para fora, perdendo grande chance de gol.
MAIS FOTOS DA RODADA
VEJA TABELA COMPLETA
MAIS SOBRE O SÃO PAULO
MAIS SOBRE O NÁUTICO
O jogo
Ricardo Gomes escalou o São Paulo no 4-4-2, com Hernanes e Richarlyson jogando nas suas posições de origem no meio de campo. O time tricolor tinha maior controle da posse de bola, mas via o Náutico ser perigoso nos contra-ataques.

"Temos que guardar confiança para os noventa minutos, mesmo sabendo que nem tudo vai dar certo sempre. Mas o desafio é administrar isso para tentar os três pontos", disse Gomes ao Sportv antes do início da partida.

E o São Paulo, realmente, oscilou muito do meio para o fim do primeiro tempo. Após perder uma boa chance de gol com Borges ao 32min - o chute dele desviou no goleiro Eduardo e bateu na trave - o time tricolor viu sua defesa falhar e o zagueiro Asprilla perder, de cabeça, a melhor chance do jogo (cabeceou pelo alto)

Na volta do intervalo, o polivalente Zé Luis traduziu as impressões de Ricardo Gomes do primeiro tempo sem gols entre São Paulo e Náutico. "Foi uma conversa boa com a equipe, onde ele disse que nós fizemos 20 minutos muito bem, mas demos o contra-ataque ao adversário. Temos que retomar como começou nos primeiros 20 minutos".

E, de alguma forma, a conversa de Gomes surtiu efeito, pois o São Paulo abriu o placar logo no início da segunda etapa. E justamente em uma jogada característica da era Muricy Ramalho: Hernanes cobrou falta da direita, e Jean Rolt marcou de cabeça a 1min de jogo.

Depois do gol, o Náutico se aproveitou da acomodação do São Paulo e teve duas ótimas chances de igualar o marcador, ambas com Gilmar. Na primeira, aos 18min, o atacante cobrou falta na trave. Onze minutos depois, Gilmar chutou sem ângulo e também acertou o poste de Denis.

ANÁLISE DE JUCA KFOURI
Juca
São Paulo cumpriu com sua obrigação na estreia de Ricardo Gomes
BLOG DO JUCA KFOURI
Preocupado com a melhora do Náutico, Ricardo Gomes resolveu mexer na equipe, colocando Jorge Wagner, Oscar e Hugo nos lugares de Richarlyson, Washington (que saiu vaiado) e Marlos (que saiu de maca).

E, no final, mais uma vez de bola parada, o São Paulo definiu o placar. Aos 42min do segundo tempo, Hernanes cobrou a falta, a bola desviou na zaga e enganou o goleiro Eduardo, decretando a vitória por 2 a 0 contra o Náutico.

SÃO PAULO 2 x 0 NÁUTICO

SÃO PAULO
Denis; Zé Luis, Jean Rolt, Renato Silva e Junior Cesar; Eduardo Costa, Richarlyson (Jorge Wagner), Hernanes e Marlos (Hugo); Borges e Washington (Oscar)
Técnico: Ricardo Gomes

NÁUTICO
Eduardo; Asprilla, Galiardo e Gladstone; Sidny (Juliano), Derley, Anderson Santana, Jhonny e Aílton (Edson Miolo); Márcio Barros (Anderson Lessa) e Gilmar
Técnico: Marcio Bittencourt

Data: 27/06/2009 (sábado)
Local: estádio do Morumbi
Árbitro: André Luiz de Freitas Castro-GO
Auxiliares: Jesmar Benedito Miranda de Paula-GO e Cristhian Passos Sorence-GO
Cartões amarelos: Renato Silva, Richarlyson e Eduardo Costa (São Paulo); Asprilla, Juliano, Derley, Gladstone e Galiardo (Náutico)
Gols: Jean Rolt (SAO), a 1min do segundo tempo, Hernanes (SAO), aos 42min do segundo tempo

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host