PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Filho de Mazinho faz golaço de voleio, e Bayern salva invencibilidade

Do UOL, em São Paulo

29/01/2014 18h54

O Bayern de Munique não está acostumado a levar pressão de seus adversários no Campeonato Alemão, e não à toa está há 43 jogos sem perder pela competição (somando as temporadas passada e atual). E essa marca continuou viva nesta quarta-feira, apesar da pressão sofrida contra o Stuttgart,  graças à um golaço nos acréscimos de Thiago Alcântara, filho do ex-jogador Mazinho, que determinou a virada por 2 a 1 da equipe, fora de casa, em partida atrasada da 17ª rodada do torneio.

O time não é derrotado pelo Campeonato Alemão desde o dia 28 de outubro de 2012, quando caiu para o Bayer Leverkusen por 2 a 1. Ou seja: Pep Guardiola nunca perdeu um jogo do torneio local no comando do Bayern; o time não perde há 43 jogos; e há 28 partidas fora de casa a equipe não sai derrotada.

A vitória, a 16ª em 18 jogos, faz o clube de Munique chegar aos 50 pontos, 13 à frente do Bayer Leverkusen, o vice-líder. O Stuttgart, por sua vez, aparece em 12°, com 19 pontos.

O gol salvador do Bayern ocorreu nos acréscimos, em um lindo voleio de Thiago Alcântara, que chegou ao clube junto com Pep Guardiola. Ele recebeu cruzamento sozinho na área e acertou de primeira, sem chances para Ulreich, que vinha sendo o destaque da partida até então.

Antes da virada, porém, o Bayern chegou a temer pelo fim de sua marca, a maior da história do Campeonato Alemão. O Stuttgart abriu o placar aos 28 minutos do 1° tempo, com Ibisevic - o lance, porém, foi irregular. O atacante bósnio tabelou com Abdellaoue, que estava impedido, e saiu cara a cara com Neuer, que nada pode fazer.

A partir da abertura do placar, o Bayern passou a controlar a posse da bola, mas sempre possibilitando diversos contra-ataques dos rivais - algo raro nas equipes treinadas por Guardiola.

Alaba, aos 8 minutos do 2° tempo, salvou bola que era gol certo, já em cima da linha. Mas o susto acordou a equipe de Munique.

Aos 26 min., Thiago só não marcou porque Ulreich salvou com o pé lance cara a cara. Dois minutos depois, o goleiro do Stuttgart usou novamente seu pé, agora para evitar chute de Thomas Muller.

De tanto pressionar, o Bayern conseguiu o empate aos 30 min., de cabeça, com Pizarro, após falta cobrada por Thiago. E coube ao nascido brasileiro, mas naturalizado espanhol, garantir novo triunfo dos campeões do mundo, com um lindo voleio. 

O Bayern volta a campo já no próximo sábado, contra Eintracht Frankfurt. Já o Stuttgart tem outro duro duelo: contra o Bayer, vice-líder.

Futebol