PUBLICIDADE
Topo

Brady "causa" na nova vizinhança com expulsão de parque e invasão de casa

Banner em Tampa Bay dá as boas vindas a Tom Brady, reforço dos Buccaneers - Kim Klement/USA TODAY Sports
Banner em Tampa Bay dá as boas vindas a Tom Brady, reforço dos Buccaneers Imagem: Kim Klement/USA TODAY Sports

Lucas Tieppo

Colaboração para o UOL, em São Paulo

01/05/2020 04h00

Resumo da notícia

  • Brady foi anunciado como reforço dos Buccaneers recentemente
  • Astro foi expulso de um parque e advertido por violar a quarentena
  • Brady também invadiu a casa do vizinho do seu coordenador ofensivo
  • Encontro gerou reclamações de outras franquias da NFL

Tom Brady se tornou jogador do Tampa Bay Buccaneers há pouco mais de um mês, e seu curto período como morador da Flórida já foi suficiente para o camisa 12 "causar" na nova vizinhança. O astro já foi expulso de um parque por furar a quarentena, entrou na casa errada e foi alvo de reclamação de outras equipes por um encontro com um membro da comissão técnica da franquia.

Além disso, Brady ainda ajudou na decisão de tirar o tight end Rob Gronkowski da aposentadoria, reeditando a dupla que ajudou o New England Patriots a vencer três Super Bowls - os dois também já treinaram juntos e quebraram a quarentena.

Conhecido por zelar pela boa forma, Brady segue uma rígida rotina de alimentação e atividades físicas. Na semana passada, porém, ele foi interrompido enquanto treinava em um parque público da cidade de Tampa. O local estava fechado por causa da quarentena imposta para tentar diminuir o impacto da pandemia do novo coronavírus, e a atitude de Brady foi considerada uma violação.

Segundo a prefeita de Tampa, Jane Castor, os policiais só descobriram que a pessoa que estava correndo no parque se tratava do seis vezes campeão da NFL quando a abordagem já havia sido feita. O mais impressionante é que Brady mora em uma casa de 27 mil metros quadrados e mesmo assim quis realizar o treino físico fora da propriedade. A residência pertence ao astro do beisebol Derek Jeter.

O segundo episódio inusitado de Brady também envolve uma residência, mas não a sua mansão. O ídolo procurava a casa de Byron Leftwich, coordenador ofensivo da nova franquia, para buscar o livro de jogadas da equipe para estudar e equipamentos de treino para serem usados durante a quarentena. O problema é que ele errou de casa e deu de cara com a pessoa errada.

"Ele disse: 'Como vai, cara?', e eu respondi: 'Você que me diz, cara'. Então ele olhou para mim com rosto mais confuso ainda. Nunca vou esquecer disso, pelo resto da vida", contou David Kramer ao TMZ.

O próprio Brady brincou com as duas situações citadas acima ao dizer que estava apenas se adaptando a "Tompa Bay".

A visita ao coordenador ofensivo Byron Leftwich inclusive rendeu reclamações formais de algumas franquias. As equipes questionaram a NFL sobre o encontro e pediram informações se ele violaria as regras de afastamento social durante a pandemia. Segundo o jornalista Tom Pelissero, da NFL Network, as equipes alegaram que o encontro aconteceu antes do início do programa virtual da offseason, mas a liga entendeu que não houve problema.

A visita só se tornou pública após o morador David Kramer confirmar que Brady "invadiu" a sua casa enquanto procurava Leftwich.

"Estou muito feliz de estar em Tampa Bay e quero agradecer a todos por receberem minha família na comunidade de vocês de braços abertos. Apesar de ter sido expulso de uma casa outro dia", disse Brady, em um vídeo divulgado pelos Buccaneers.

Band Sports: Como NFL organizou Draft 2020 totalmente online

Band Sports

Futebol Americano