Topo

Futebol Americano


Ex-pupilo de Brady supera 'criador' e lidera o único time invicto da NFL

Quarterback Jimmy Garoppolo comemora com Emmanuel Sanders em jogo do San Francisco 49ers contra o Arizona Cardinals  - Ralph Freso/Getty Images/AFP
Quarterback Jimmy Garoppolo comemora com Emmanuel Sanders em jogo do San Francisco 49ers contra o Arizona Cardinals Imagem: Ralph Freso/Getty Images/AFP

Lucas Tieppo

Colaboração pelo UOL, em São Paulo

07/11/2019 04h00

Resumo da notícia

  • San Francisco 49ers é o único time invicto após a semana 9 da NFL
  • Time é liderado por Jimmy Garoppolo, pupilo de Brady nos Patriots
  • Fãs da NFL torcem por duelo entre Brady e Garoppolo no Super Bowl 54

O San Francisco 49ers abriu a semana 9 da NFL na última quinta-feira com vitória sobre o Arizona Cardinals e se manteve invicto na temporada. No domingo, assistiu de camarote à queda do New England Patriots, a outra equipe que iniciou a rodada sem derrotas. O time de Tom Brady perdeu para o Baltimore Ravens por 37 a 20 e viu a invencibilidade acabar.

Agora, os 49ers somam oito vitórias em oito jogos na temporada regular da NFL e um dos fatores para o retrospecto é o quarterback Jimmy Garoppolo.

Desde o início da temporada os créditos pela boa fase estavam sendo dados basicamente ao desempenho da defesa, a que menos cedeu jardas aos adversários, eficiente tanto contra jogo aéreo como contra ataque terrestre. Garoppolo, sempre cercado de muita expectativa, ainda necessitava de um grande jogo, e essa atuação aconteceu contra os Cardinals. O camisa 10 lançou para 317 jardas e deu passes para os quatro touchdowns do time na vitória por 28 a 25.

A grande exibição deixou só elevou a empolgação dos torcedores da franquia, uma das mais vitoriosas da NFL, mas que não conquista um Super Bowl desde a temporada 1994.

O quarterback dos 49ers é cria de Brady e Bill Belichick, técnico dos Patriots, e era visto como sucessor natural do veterano de 42 anos. Talentoso e com potencial de desenvolvimento, o jogador foi selecionado pelos Patriots na segunda rodada do Draft de 2014 e fez parte do elenco por três temporadas completas.

Nos poucos jogos que fez como titular na temporada 2016, Garoppolo empolgou o torcedor e passou a ser visto como substituto ideal de Brady. Além dos requisitos dentro de campo, a beleza do jogador também ganhou destaque na mídia.

Em outubro de 2017, no entanto, o anúncio da troca que mandou Garoppolo para os 49ers por uma escolha de segunda rodada no Draft causou espanto na mídia norte-americana e nos torcedores dos Patriots. Segundo os analistas, o preço pago pela franquia da Califórnia foi muito baixo.

Em janeiro de 2018 a ESPN norte-americana publicou uma matéria contando os bastidores da negociação e revelou que o dono dos Patriots, Robert Kraft, exigiu que Belichick trocasse Garoppolo. O ex-reserva era visto como uma ameaça para a titularidade de Brady e o treinador foi obrigado a se desfazer do jogador que preparava para assumir o posto.

Segundo a publicação, a relação de Belichick e Kraft ficou bastante abalada e a negociação mostrou mais uma vez a força de Brady dentro da franquia - ele teria apoiado a troca.

Nos 49ers, Garoppolo, hoje com 27 anos, teve início de trajetória empolgante em 2017 e venceu os cinco jogos que começou como titular, mas sofreu grave lesão no joelho esquerdo e perdeu toda a temporada 2018. Antes, ele havia assinado novo contrato válido por cinco temporadas e 137,5 milhões de dólares (R$ 448 milhões na época) de salário.

Apesar da derrota para os Ravens no domingo, os Patriots são os grandes favoritos para representar a Conferência Americana no Super Bowl 54 e promover o duelo entre criadores - Brady e Belichick - e criatura - Garoppolo.

Futebol Americano