Topo

Futebol Americano


Benson foi promessa universitária, mas não brilhou na NFL e somou polêmicas

Cedric Benson em ação na NFL; ex-jogador morreu nesse sábado - Getty Images
Cedric Benson em ação na NFL; ex-jogador morreu nesse sábado Imagem: Getty Images

Lucas Tieppo

Colaboração para o UOL, em São Paulo

20/08/2019 12h00

O ex-jogador de futebol americano Cedric Benson morreu na noite desse sábado (17) em acidente envolvendo a moto que dirigia e uma minivan. Uma das maiores promessas do esporte universitário dos Estados Unidos, o ex-atleta não conseguiu repetir o grande desempenho na NFL e colecionou algumas polêmicas.

Benson foi escolhido pelo Chicago Bears na quarta escolha do Draft de 2005 e protagonizou a primeira confusão antes mesmo de estrear. O novato recusou o contrato proposto inicialmente pela franquia e entrou em "greve", que durou 36 dias e só terminou quando ele assinou vínculo de cinco anos por 35 milhões de dólares, valor bem alto para um jogador recém-chegado na liga.

Foi a fama do running back nos tempos de atleta universitário da Texas Longhorns que o fez conseguir o contrato desejado. Benson defendeu a universidade entre 2001 e 2004 e somou 5.540 jardas, segunda maior marca da história do a equipe e a décima maior marca da história da NCAA, a liga de futebol americano universitário.

Logo que chegou ao elenco dos Bears, Benson chegou a trocar socos com Thomas Jones - contratado um ano antes e que perderia o lugar para o novato - segundo relato da NBC Sports. Na disputa, o elenco ficou ao lado de Jones, e o calouro não iniciou a campanha como titular como se esperava.

Porém, apesar de ajudar a franquia de Chicago a chegar ao Super Bowl XLI - o time acabou derrotados pelo Indianapolis Colts - e de ter conseguido mais duas participações em playoffs já com o Cincinnati Bengals, o jogador nunca mais teve o brilho individual dos tempos universitários.

Sua carreira como jogador de futebol americano acabou marcada por algumas graves lesões e terminou em 2012 pelo Green Bay Packers, com total de 6.017 jardas terrestres e 32 touchdows.

Chance no beisebol

Antes de ser escolhido na quarta posição do Draft de 2005 da NFL, Benson quase se tornou jogador de beisebol. Em 2001, ele foi draftado pelo Los Angeles Dodgers na 370ª posição, mas só disputou partidas de ligas menores.

Polêmicas extra-campo

Fora o talento com a bola oval nas mãos, Benson também se envolveu em algumas polêmicas fora de campo e colecionou algumas prisões por motivos variados - como dirigir um barco embriagado e agredir um garçom e um familiar. Em junho de 2008, ele foi dispensado pelo Chicago Bears após ser preso duas vezes em cinco semanas por problemas pelo consumo de álcool.

Em 2017, ele foi pego dirigindo sob efeito de drogas. Segundo relato policial, ele não conseguia soletrar o alfabeto ou contar além do número 3.

Acidente fatal

Benson morreu na noite de sábado após uma batida entre sua moto e uma minivan em uma estrada na cidade de Austin, no Texas. A mulher de 27 anos que estava com o ex-jogador também morreu na hora. Testemunhas afirmaram à polícia que a moto estava em alta velocidade.

Relembre: Julian Edelman e Tom Brady recebem homenagem na Disney

Band Sports

Mais Futebol Americano