ÁLBUM

Veja fotos
de diversas
competições




   00h06 - 02/03/2002

Rubens Barrichello faz a pole para a primeira prova do ano

Da Redação
Em São Paulo

Com uma ajuda providencial dos céus, o brasileiro Rubens Barrichello conseguiu a pole position para o GP da Austrália de F-1, o primeiro da temporada 2002.

Barrichello cravou, ainda na primeira metada do treino, o tempo de 1min25s843. Ele foi apenas cinco milésimos mais rápido do que o seu companheiro de equipe Ferrari, o alemão Michael Schumacher, que marcou 1min25s848.

Na segunda metade do treino, a chuva apertou em Melbourne, e ninguém conseguiu melhorar o tempo. Com isso, o brasileiro, tranquilo fora de seu carro, apenas esperou o tempo passar para confirmar a quarta pole de sua carreira, segunda pilotando uma Ferrari.

As quatro poles de Barrichello foram conquistadas com tempo chuvoso: Bélgica-94, com a Jordan, França-99, com a Stewart, e Inglaterra-2000, com a Ferrari.

Schumacher havia sido o mais rápido em todos os treinos livres, na sexta e no sábado, e era o favorito para fazer a pole. Mas o tetracampeão mundial da F-1 amarga a segunda colocação no grid.

O terceiro é o alemão Ralf Schumacher, da Williams, que cravou 1min26s279 e ficou à frente do escocês David Coulthard, da McLaren, que fez 1min26s446. Na terceira fila, o jovem finlandês Kimi Raikkonen (1min27s161), com a outra McLaren, e o colombiano Juan Pablo Montoya (1min27s249), com a outra Williams.

Em sétimo no grid estará o italiano Jarno Trulli, com a Renault, ao lado de seu compatriota Giancarlo Fisichella, da Jordan. O nono é o brasileiro Felipe Massa, da Sauber, que fez uma boa volta pouco antes de chuva e deixou para trás o seu companheiro de equipe, o alemão Nick Heidfeld, que larga em décimo.

Enrique Bernoldi, da Arrows, larga em 17º, duas posições atrás de seu companheiro de equipe, o alemão Heinz-Harald Frentzen.

O japonês Takuma Sato, da Jordan, bateu no início da sessão e só conseguiu fazer tempo com pista molhada, acima do limite de 7% em relação ao tempo do pole. Ele foi colocado no grid na última colocação devido às cirscunstâncias meteorológicas.

O treino começou com pista úmida, e muitos pilotos foram rapidamente para a tentativa de fazer um bom tempo. Logo Barrichello conseguiu a pole position provisória.

Com cinco minutos, Coulthard rodou e foi tocado pelo canadense Jacques Villeneuve, da BAR. O treino acabou sendo interrompido por alguns minutos.

Na volta, o brasileiro foi superado pelos irmãos Schumacher. Mas Barrichello retornou à pista com sua Ferrari e cravou o tempo que lhe deu a pole. A partir daí, a chuva foi apertando cada vez mais, tornando impossível a melhora nos tempos.

Acompanhe, a partir da meia-noite deste sábado, o GP da Austrália de F-1 ao vivo, volta a volta, em uma parceria do UOL Esporte com o site do jornalista Téo José, Amigos da Velocidade.

Clique aqui para ver o grid de largada completo para o GP da Austrália de F-1.


Comente esta notícia nos Grupos de Discussão UOL

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

03/09/2007

20h22
Espanhóis comemoram boas atuações no Aberto dos EUA


20h14
Santos tira peso de favoritismo e prevê retomada contra o Inter


20h13
Jogadores do Bota lametam má fase de Dodô


20h10
Diretoria do Bota não teme Fifa e grupo diverge sobre Dodô


20h05
Blake segue sem vencer em partidas de cinco sets

MAIS F1

10/08/2010

16h21
Liuzzi descarta Force India brigando pela vitória em Spa


15h44
Chefe da Cosworth diz que novatas podem pontuar


14h14
Renault vai fornecer motores para a Lotus em 2011


14h14
Renault vai fornecer motores para a Lotus em 2011


14h14
Renault vai fornecer motores para a Lotus em 2011