PUBLICIDADE
Topo

Fórmula 1

"Grato que guard rail não cortou sua cabeça"; veja frases do GP do Bahrein

Do UOL, em São Paulo (SP)

30/11/2020 04h00

Ontem (29), o GP do Bahrein, vencido pelo piloto da Mercedes Lewis Hamilton, ficou marcado por dois acidentes impressionantes: o primeiro envolvendo Romain Grosjean, logo na largada — que ficou com o carro partido ao meio e pegando fogo após a batida —, o segundo, com Lance Stroll, que ficou com o carro capotado logo após a relargada depois do acidente do francês.

Na primeira volta, o carro do francês Romain Grosjean, da Haas, tocou na AlphaTauri do russo Daniil Kvyat, e foi de encontro à barreira de pneus, entrando debaixo do guard rail, pegando fogo e quebrando no meio imediatamente. As imagens impressionantes indicaram uma explosão no local. Ele foi retirado do local de maca, com tubo de oxigênio, e uma suspeita de fratura nas costelas. Foi de helicóptero direto para um hospital próximo, foi examinado e já até fez um vídeo dizendo que estava bem.

Já Stroll capotou seu carro durante a relargada após bater na roda frontal do carro de Danill Kvyat, da AlphaTauri, — que também se envolveu no acidente de Grosjean. O piloto russo foi punido em 10 segundos por causar a colisão com o canadense, que foi obrigado a deixar a corrida.

"Chocante" e "Assustador"

Lewis Hamilton, o 1º do GP, e Max Verstappen, o 2º, comentaram o acidente envolvendo Grosjean.

"Foi uma imagem chocante de se ver. Quando nós entramos no carro, já sabemos que estamos correndo riscos, então eu fico muito grato de que o halo teve seu papel hoje", disse o inglês, que completou:

"Sou grato que o guard rail não cortou sua cabeça ou algo assim, sabemos que poderia ter sido muito pior. Mas acaba sendo um lembrete de como esse esporte é perigoso e como a Fórmula 1 e a FIA (Federação Internacional de Automobilismo) têm feito um bom trabalho para que isso não aconteça".

Verstappen, por sua vez, disse: "Foi assustador no começo, porque vimos a bandeira vermelha e muito, muito fogo. Mas ainda bem que Romain agora parece bem".

"Corajoso ou estúpido?"

Sergio Pérez, da Racing Point, estava a três voltas de cruzar a linha de chegada do GP do Bahrein em terceiro lugar quando o motor de seu carro começou a pegar fogo e estourou, o que tornou obrigatório o abandono da prova. O mexicano se irritou com a equipe antes do ocorrido, pois não recebia nenhuma instrução há um bom tempo:

"Vocês estão acordados?"

Um fiscal de pista atravessou o circuito com um extintor na mão enquanto a corrida acontecia, passando muito perto de Lando Norris. O britânico disse para a equipe por rádio: "Não sei se é o cara mais corajoso do mundo ou se é um estúpido".

Albon admite sorte

Com o problema no carro de Pérez, Alexander Albon, da Red Bull Racing, conseguiu beliscar o pódio com a corrida encerrada durante bandeira amarela. É o segundo pódio do tailandês na Fórmula 1.

"Foi um pouco de sorte o que aconteceu com o Sergio, obviamente. Ele fez uma boa corrida, mas minha equipe também fez um trabalho incrível para deixar o carro pronto", reconheceu o tailandês.

Fórmula 1