PUBLICIDADE
Topo

Fórmula 1

Hamilton diz que Red Bull está próxima e aponta táticas para GP da Espanha

Lewis Hamilton afirma que Red Bull está próxima e que isso irá definir as táticas de pit stop para o GP da Espanha - LAT/Mercedes
Lewis Hamilton afirma que Red Bull está próxima e que isso irá definir as táticas de pit stop para o GP da Espanha Imagem: LAT/Mercedes

Do UOL, em São Paulo

14/08/2020 19h58

Lewis Hamilton, da Mercedes, foi o mais rápido do segundo treino livre do GP da Espanha, com o tempo de 1min16s883, porém, a proximidade com a Red Bull, principalmente de Max Verstappen, que foi 821 milésimos mais lento, preocupa e faz o inglês crer a corrida será muito disputada, a exemplo do GP dos 70 anos, no último domingo (9), vencido pelo holandês.

"Foi um bom dia, principalmente na segunda sessão que foi melhor para mim. Estávamos muito próximos da Red Bull, assim creio que será uma corrida muito disputada", afirmou Hamilton.

Sobre a estratégia de paradas na corrida, o inglês disse que possivelmente será realizada uma reunião junto da equipe para a definição. Na última corrida, a estratégia da Red Bull de largar com pneus duros, que fizeram a equipe conseguir maior longevidade dos compostos na corrida, foi decisiva para ultrapassar o pole position Valteri Bottas e seu companheiro Hamilton que vinha em segundo.

"O carro estava bom. Creio que estamos a ponto de fazer uma reunião, assim que descobrirmos qual nossa posição a este respeito, mas a longo prazo não está tão mal. Não sei quanto mais poderíamos esticar em comparação com a Red Bull e isso determinará se será uma corrida com uma ou duas paradas neste fim de semana."

Bottas que foi o piloto mais rápido do primeiro treino livre, com o tempo de 1min16s785, disse que a irregularidade da pista da Catalunha pode ser um ponto negativo para os pneus. A equipe alemã vem sofrendo com o superaquecimento dos compostos, como no último GP no Circuito de Silverstone, onde foram criadas inúmeras bolhas no fim da corrida, fator que não se repetiu nos treinos livres de hoje.

"Pelo menos hoje não há bolhas. Neste tipo de pista irregular, os pneus se desgastam em vez de simplesmente criar bolhas. Creio que para nós não é algo bom. Fizemos muitas voltas com os compostos hoje, assim teremos muitos pontos de aprendizagem antes da corrida", explicou Bottas.

Fórmula 1